Em Vargem Grande fachada de prédio comercial, de 1929, é usada como ponto de ônibus improvisado

Datada de 1929, da edificação restou apenas a bela e bem cuidada fachada, que passou a ser usada como ponto de ônibus improvisado

Ponto de ônibus improvisado em Vargem Grande / Página Rio das Antigas (Renata Marielle Tosta)

O carioca é realmente criativo. Em Vargem Grande, na Zona Oeste da cidade do Rio de Janeiro, a fachada de um antigo estabelecimento comercial, cujo prédio foi demolido há anos, foi ressignificado de acordo com as necessidades atuais.

Datada de 1929, da edificação restou apenas a bela e bem cuidada fachada, que passou a ser usada, de forma inteligente, como um ponto de ônibus improvisado.

Diante da necessidade dos usuários de transporte público, caberia ao poder público municipal tirá-los do improviso, construindo um ponto de ônibus como os já existentes cidade à fora.

Na imagem postada por Renata Marielle Tosta, na página Rio das Antigas, vemos pessoas escondendo-se do sol e sentadas no que seria a soleira do antigo estabelecimento. Em dias de chuva, esperar por um transporte não deve ser uma atividade nada confortável.

Revoltado, o internauta Gê Vorib, postou:

“Desculpa. Sinto muito! Mas não gosto dessas “preservações”, pois isso não ajuda em nada com o avanço do local. Se quer preservar, faça maquetes. Tire fotos, filme, mas não atrapalhe o avanço da sociedade. Na China, em questão de meses, um bairro inteiro é modernizado e a vida segue. O Centro do Rio de Janeiro é de dar pena, com aquela paisagem mórbida da Lapa e seus arredores, tudo decadente, sem poder ser definitivamente demolido”.

O internauta, Rodrigo Jordy, concluiu:

“Já passei por aí, quando vi fiquei estarrecido. Lamentável”.

Fachada de estabelecimento comercial usado pela população como ponto de ônibus / Página Rio das Antigas (Renata Marielle Tosta)

Com informações e imagens da página Rio das Antigas.

Advertisement

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui