Em visita ao Mercadão de Madureira e ao Cadeg, Rodrigo Neves promete R$ 500,00 para famílias pobres do Rio

"Vamos criar também um Programa de Renda Básica que vai garantir um auxílio de R$ 500 para todas as famílias pobres do Estado", prometeu Neves

Rodrigo Neves (PDT) durante visita ao Mercadão de Madureira e ao Cadeg, na Zona Norte do Rio / Foto: Alex Ramos

Em visita ao Mercadão de Madureira e ao Centro de Abastecimento do Estado da Guanabara (Cadeg), ambos na Zona Norte do Rio de Janeiro, o candidato ao Governo do Estado, Rodrigo Neves (PDT), assumiu com populares e simpatizantes o compromisso de revitalizar a economia do Estado, além de gerar empregos e renda para a população mais pobre do Rio. Rodrigo prometeu ainda criar uma linha de crédito destinada a pequenos e microempreendedores, especialmente da área de comércio, os mais afetados durante a pandemia de Covid-19.

“Vamos criar uma linha de apoio de até R$ 100 mil para todos os pequenos e microempreendedores do Estado, especialmente no setor do comércio, que foi o segmento que mais sofreu com a pandemia e com a crise econômica. São os pequenos e microempresários e empreendedores, como os que estão aqui no Mercadão de Madureira, que mais geram emprego e renda para a população do estado do Rio”, prometeu Rodrigo Neves durante a visita ao Mercadão.

Na visita ao Cadeg, o candidato pedetista, que almoçou com o prefeito Eduardo Paes (PDT); e o candidato a vice-governador, Felipe Santa Cruz (PDT), prometeu criar “milhares” de empregos com a recuperação de equipamentos voltados para o atendimento da população fluminense, como Cieps, UPAs, escolas e hospitais públicos. Neves falou ainda em criar o Programa de Renda Básica, através do qual pretende conceder R$ 500,00 a cada família pobre do Estado.

“Vamos gerar milhares de novos empregos com a criação de frentes de trabalho para recuperar escolas, Cieps, UPAs e hospitais, que estão abandonados ou em situação precária em todas as regiões do estado. Vamos criar também um Programa de Renda Básica que vai garantir um auxílio de R$ 500 para todas as famílias pobres do estado já a partir do início do ano”, garantiu o ex-prefeito de Niterói.

Advertisement

1 COMENTÁRIO

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui