Emir do Catar passa férias no RJ para descansar da Copa

Tamim bin Hamad Al Thani, que tem uma fortuna avaliada em 2 bilhões de dólares (R$ 10,5 bilhões), passa pelo Rio, Angra dos Reis e Região dos Lagos

Tamim bin Hamad Al Thani - Reprodução Site

Depois de liderar a realização do evento esportivo mais lucrativo da história, a Copa do Mundo 2022, o emir do Catar, Tamim bin Hamad Al Thani, de 42 anos, está no Brasil, desde 25, para descansar com a família, composta por três esposas e 13 herdeiros.

O xeique fará um tour pelas cidades do Rio de Janeiro, Arraial do Cabo, Armação dos Búzios, Angra dos Reis e Brasília. Coube ao Ministério das Comunicações brasileiro autorizar a embaixada do Catar no Brasil, na segunda-feira (26), para a realização de operação temporária de equipamentos durante visita do emir ao litoral fluminense. De acordo com informações publicadas no Diário Oficial da União, a operação tem duração de 25 de dezembro de 2022 a 1º de janeiro de 2023.

Tamim bin Hamad Al Thani e família chegaram ao Brasil em seu luxuoso Boeing 747-8, considerado o maior jato executivo do mundo. O avião pousou no Rio de Janeiro, no último domingo (25), proveniente de Miami (EUA), segundo dados coletados pela plataforma de rastreamento de voos RadarBox.

Considerado o homem mais rico do Catar, o xeique construiu a sua fortuna explorando petróleo e gás natural no país, o que o levou a diversificação de investimentos em várias áreas. Tamim bin Hamad Al Thani tem uma fortuna avaliada em dois bilhões de dólares (R$ 10,5 bilhões). Entre os seus bens estão mais de quatro mil propriedades no Reino Unido – superando a monarquia britânica -, ações do banco britânico Barclays, da fabricante de veículos Volkswagen e da companhia aérea British Airways. Para aproveitar as suas férias sabáticas, o emir viaja a bordo do luxuoso iate real, avaliado em 200 milhões de Euros (R$ 1,1 bilhão).

No início do Copa do Mundo, o xeique ganhou notoriedade, no Brasil, depois de se tornar alvo de fake news. Embalados pelo clima político do pós – eleições presidenciais, usuários das redes sociais afirmaram que ele havia comentado em seu discurso de abertura da Copa, no dia 20/11, sobre uma suposta fraude eleitoral. Mas Al Thani nada afirmou sobre o assunto em sua exposição.

As informações são da revista Veja e site ABIHRJ .

Advertisement

2 COMENTÁRIOS

  1. Rezemos para que ele gaste o máximo que puder nas terras fluminenses. Estamos precisando. Convidem as três esposas dele para uma visita aos shoppings – algum badulaque certamente elas irão comprar.

  2. Salvo engano, os termos emir e xeique não são equivalentes, não podendo substituir um pelo outro numa mesma referência, dentro da cultura do mundo árabe/islâmico

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui