Empoderadas no Game: evento gratuito incentiva protagonismo feminino nos jogos eletrônicos

Inscrições estão abertas até 21/12, competição acontece na UERJ

Jogadora Juliane Amaral, revelação do eSports

Estão abertas as inscrições para o Empoderadas no Game, evento inédito do Governo do Estado, que tem o objetivo de impulsionar o surgimento de novos talentos femininos nas competições de eSports, oferecendo novos horizontes, especialmente a meninas e mulheres em condições de vulnerabilidade.

As inscrições gratuitas vão até 21 de dezembro e o evento acontece na Universidade Estadual do Rio de Janeiro (UERJ) no dia 23/12, das 10h às 22h. Durante o evento, será apresentado o calendário do circuito para 2023, com competições em todo o estado. As inscrições são feitas através do link clicando aqui.

Apesar de ser um incentivo à participação de mulheres, o Empoderadas no Game é aberto ao público masculino e as equipes também podem ser mistas. Para se inscrever é necessário ser maior de 12 anos e morar no Rio de Janeiro, os menores deverão estar acompanhados dos responsáveis. Além das competições de FreeFire e Valorant, os participantes terão acesso a palestras e uma Arena Gamer, com participação de grandes nomes do circuito como a jogadora revelação, Juliane Amaral.

Por que Empoderadas no Game?

A união do Programa Empoderadas, da Secretaria de Desenvolvimento Social e Direitos Humanos, com o Circuito de Games do Estado do RJ vem ao encontro de uma tendência, já que o mercado do eSports ou jogos eletrônicos tornou-se
uma das formas mais populares de diversão entre jovens no mundo.

Para Erica Paes, campeã mundial de jiu-jítsu, ex-lutadora de MMA e coordenadora do Programa Empoderadas, o esporte é uma ferramenta para a construção do indivíduo e da sociedade.

  • Nosso principal objetivo é a prevenção da violência contra a mulher e a construção de uma sociedade em que elas tenham uma vida digna e plena, com todas as suas potencialidades em desenvolvimento. O esporte é uma estratégia que pode ser usada neste processo de forma transformadora – explicou Erica.

No Brasil, o mercado movimentou aproximadamente 12 bilhões de reais em 2021, de acordo com uma estimativa na agência Newzoo, plataforma de pesquisa e análise de dados do setor.

Segundo levantamento do Game Brasil, no ano passado, o público feminino representou 51,5% dos jogadores. Para Eliane Valle, coordenadora do Circuito de Games do Estado do RJ, o destaque feminino nos games é amplo, multidisciplinar e uma tendência positiva para o cenário.

  • No eSports, as mulheres também têm oportunidades como apresentadoras, comentaristas de partidas, coach de jogadores. É um mundo novo que veio para ficar. A cada campeonato, o público feminino vem crescendo, inclusive com participação das mulheres com equipes vencedoras – destaca Eliane.

Pesquisas mostram também que este cenário tende a crescer, e que parte deste sucesso vem da democratização dos esportes eletrônicos, impulsionado pelo acesso aos smartphones.

O Circuito de Games do RJ já vem promovendo diversos campeonatos por todo o estado, percorrendo e oportunizando a descoberta de talentos tanto nas cidades do interior, como em áreas de vulnerabilidade social da capital.

Serviço
Inscrições gratuitas 1ª edição do Empoderadas no Game
Acesse: https://instagram.com/gamesnorio?igshid=YmMyMTA2M2Y=
Prazo: 21/12
Evento acontece na UERJ, no Ginásio Esportivo, em 23/12, de 10h às 22h

Advertisement

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui