Empresa é condenada pela Justiça por desabamento de edifício na Cinelândia em 2012

O desabamento, que deixou 22 mortos, resultou também no colapso de dois edifícios vizinhos

Advertisement
Receba notícias no WhatsApp
Foto: Reprodução

A empresa responsável pelas obras que resultaram no desabamento do edifício Liberdade e de outros dois prédios, na Avenida Treze de Maio, na região da Cinelândia, no Centro do Rio, no dia 25 de janeiro de 2012, foi condenada pela Justiça do Rio de Janeiro. A decisão, divulgada pela Defensoria Pública do estado (DPRJ), atendeu a um pedido da defensoria para reverter a sentença de 2021, que havia absolvido completamente a empresa Tecnologia Organizacional (TO Brasil), que estava realizando as obras no momento do desabamento.

O desabamento, que deixou 22 mortos, resultou também no colapso de dois edifícios vizinhos, o Colombo e o Treze de Maio. As construções são vizinhas do imponente Theatro Municipal.

Na sentença anunciada nesta terça-feira (20/02), a Justiça determinou que a empresa indenize os familiares das vítimas, incluindo pagamento por danos morais, materiais e pensão mensal para os dependentes financeiros dos falecidos no desabamento.

Anteriormente, em 2021, a Justiça havia condenado parcialmente o município do Rio de Janeiro. Agora, a Defensoria Pública planeja recorrer para aumentar a responsabilidade das autoridades municipais, que, de acordo com a DPRJ, deveriam ter fiscalizado as obras de forma mais eficiente.

Advertisement
Advertisement
Receba notícias no WhatsApp
entrar grupo whatsapp Empresa é condenada pela Justiça por desabamento de edifício na Cinelândia em 2012
Advertisement

2 COMENTÁRIOS

  1. Até que enfim. Acompanhei o drama de um casal idoso que perdeu o único filho, que era super amoroso. Depois de dias a mãe ainda falava que ia encontrá-lo com vida. Tristeza. Que paguem e paguem caro, muuuuuuuito caro.

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui