Entre 2008 e 2019, mais de 1.500 escolas públicas do Rio passaram a ter acesso à internet

Em 2008, o Governo Federal lançou o Programa Banda Larga nas Escolas, que visa levar o acesso à internet às escolas públicas urbanas. Instituto Rio21 analisou os dados do programa no Rio

Advertisement
Receba notícias no WhatsApp
Alunos em aula na Escola Municipal Albert Sabin - Arquivo/ Prefeitura do Rio

A internet e os aparelhos eletrônicos têm se tornado cada vez mais presentes nas nossas vidas, e o sistema educacional segue essa tendência. É cada vez mais comum e incentivado que professores utilizem metodologias de aprendizagem que utilizam a internet, dinamizando as aulas e chamando a atenção dos alunos.

Em 2008, o Governo Federal lançou o Programa Banda Larga nas Escolas (PBLE), que visa levar o acesso à internet às escolas públicas urbanas. Os dados do programa são públicos e foram acessados através da Base dos Dados.

O Instituto Rio21 fez uma análise do trabalho desenvolvido por este programa especificamente na cidade do Rio de Janeiro desde o seu surgimento, em 2008, até 2019. Neste período, 1.601 escolas públicas localizadas na cidade receberam banda larga, possibilitando a conexão com a internet.

O ano em que houve maior número de escolas recebendo o acesso à internet foi quando o programa foi criado, ainda em 2008. Na ocasião, 1.147 escolas receberam banda larga. Os números naturalmente decaíram nos anos posteriores, já que não são criadas tantas escolas por ano.

Advertisement

Leia também

MP é acionado para investigar manifestantes que declaram apoio ao Hamas na frente da Câmara do Rio

Deputados propõem destinar R$15 milhões da Alerj para 10 municípios afetados por chuvas no RJ

image 33 Entre 2008 e 2019, mais de 1.500 escolas públicas do Rio passaram a ter acesso à internet
Número de escolas da rede pública contempladas pelo Programa Banda Larga nas Escolas na cidade do Rio de Janeiro. Fonte: ANATEL. Elaboração: Instituto Rio21.

Ainda assim, o programa não cobre todas as escolas da cidade, que tem a segunda rede de ensino mais extensa do Brasil, segundo o IBGE (2008).

Dentre as escolas que foram contempladas pelo programa na cidade, a maioria faz parte da rede municipal de ensino, correspondendo a mais de 70%. São seguidas, respectivamente, pelas instituições estaduais e federais:

image 34 Entre 2008 e 2019, mais de 1.500 escolas públicas do Rio passaram a ter acesso à internet
Percentual de escolas da rede pública contempladas pelo Programa Banda Larga nas Escolas na cidade do Rio de Janeiro, por rede de ensino. Fonte: ANATEL. Elaboração: Instituto Rio21.

O Programa Banda Larga nas Escolas é uma iniciativa fundamental nos tempos atuais, em que professores e alunos são incentivados a utilizar a internet em sala de aula como ferramenta de aprendizagem.

É importante que seja atendido um número cada vez maior de escolas, com garantia da qualidade da internet fornecida – algo imprescindível ao funcionamento do programa. Os cursos de formação também são indispensáveis para que o corpo docente esteja apto a aplicar o uso de novas tecnologias em sala de aula.

Advertisement
Receba notícias no WhatsApp
entrar grupo whatsapp Entre 2008 e 2019, mais de 1.500 escolas públicas do Rio passaram a ter acesso à internet

Advertisement

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui