Escolas estaduais do RJ vão receber 645 novos professores concursados

convocação dos profissionais de educação acontece em meio à greve dos professores da rede estadual, que já dura mais de 40 dias

Advertisement
Receba notícias no WhatsApp
(Foto: Ellan Lustosa)

A partir desta terça-feira (27/6), a rede estadual do Rio de Janeiro terá o “reforço” de 645 professores convocados dos concursos de 2013 e 2014. Os novos professores vão atender 13 disciplinas: Artes, Biologia, Educação Física, Espanhol, Física, Geografia, História, Língua Inglesa, Língua Portuguesa, Matemática, Química, Sociologia e Ensino Religioso.

A Secretaria de Educação do RJ (Seeduc) informou que irá iniciar o programa “Integração e Acolhimento dos Novos Servidores”, que fará uma ambientação dos profissionais de educação. Eles também serão apresentados à estrutura pedagógica e ao funcionamento da secretaria.

O objetivo, segundo a pasta, é ajudar na adaptação dos novos docentes, que serão recebidos nas 14 Regionais Administrativas da Seeduc espalhadas por diferentes municípios no estado, conforme as unidades escolares nas quais irão trabalhar. O processo acontece até a próxima sexta-feira (30/6), e após o proceimento, todos deverão aguardar a nomeação no Diário Oficial do Estado, para assumir seus respectivos cargos.

A secretária da pasta, Roberta Barreto, destaca que o grupo vai reforçar, ainda mais, o número de novos professores chamados pelo governador Cláudio Castro nos últimos meses.

Advertisement

“Quero dar, desde já, as boas-vindas aos novos docentes que em breve estarão nas salas de aula de todo o estado. O trabalho de vocês será fundamental para nós e para nossos estudantes. Lembro que, em abril, acolhemos 337 servidores e agora outros 645 darão início às suas atividades na rede, quase mil novos profissionais. O governador está convocando os aprovados, aumentando a oferta de docentes e contribuindo para a qualidade do ensino fluminense”, afirmou a secretária Roberta Barreto.

Greve na rede estadual

Os professores da rede estadual do Rio de Janeiro estão em greve há mais de 40 dias. Em assembleia realizada na quarta-feira (21/06) na quadra da escola de samba São Clemente, no Centro do Rio, os profissionais da educação da rede estadual decidiram pela continuidade da paralisação. A próxima assembleia será realizada na quinta-feira (29/06).

No entendimento da coordenação-geral do Sepe, na última reunião, o governo não apresentou proposta para o sindicato e apenas informou sobre a “impossibilidade” de cumprir o piso. O encontro aconteceu na quarta-feira, um dia depois da Justiça ter determinado a paralisação imediata da greve. A decisão, do desembargador Ricardo Rodrigues Cardozo, determinou o retorno às salas de aula e afirmou que a paralisação é ilegal.

Advertisement
Receba notícias no WhatsApp
entrar grupo whatsapp Escolas estaduais do RJ vão receber 645 novos professores concursados
Advertisement

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui