Especialista dá dicas de nutrição para quem faz atividades físicas ao ar livre

Nutricionista Paulo Peçanha alerta que orientações nutricionais e proteção solar são fundamentais para o desempenho esportivo e a saúde

Advertisement
Receba notícias no WhatsApp
Maratona do Rio é uma das principais corridas de rua do país - Foto: Divulgação

A cidade do Rio de Janeiro é conhecida por seu estilo de vida dinâmico e pela paixão dos cariocas por atividades físicas ao ar livre, como corrida, futebol, vôlei de praia e surfe. Para os atletas e praticantes de atividade física da metrópole, a nutrição esportiva desempenha um papel fundamental no desempenho esportivo, na recuperação do corpo e na promoção da saúde.

Uma alimentação adequada é essencial para fornecer a energia necessária para o desempenho esportivo e para auxiliar na recuperação muscular após os treinos e competições. No entanto, de acordo com o nutricionista Dr. Paulo Peçanha, as necessidades nutricionais podem variar de acordo com o tipo de atividade física, o clima e as características do estilo de vida carioca.

“Cada pessoa possui sua particularidade. Uma gosta de vôlei, outra gosta de futevôlei e outra gosta de corrida. Consequentemente, cada uma tem necessidades diferentes. Portanto, o que vale para uma não vale para outra. Mas existem orientações que são válidas para todos. Um exemplo é ter uma hidratação adequada. O clima quente e úmido do Rio de Janeiro pode levar à perda excessiva de líquidos durante a prática de atividades físicas”, afirma.

Ainda segundo o Doutor, outro aspecto importante na nutrição esportiva no Rio de Janeiro é o cuidado com a exposição ao sol e a proteção contra os raios UV. “O sol é vitamina D e é utilizado para prevenção de várias doenças. Entretanto, a exposição excessiva pode levar ao aumento da perda de líquidos e eletrólitos (minerais responsáveis pelo transporte de água para dentro das nossas células), além de aumentar o risco de danos à pele e até câncer.”

Advertisement

“É essencial que atletas e praticantes de atividade física no Rio de Janeiro adotem medidas adequadas de proteção solar, como uso de protetores, roupas adequadas e evitar treinar nos horários de pico de radiação solar. Essa exposição ao sol pode acarretar em diversos problemas futuros, como queimaduras, envelhecimento precoce da pele, problemas de visão e feridas no corpo”, finaliza.

Advertisement
Receba notícias no WhatsApp
entrar grupo whatsapp Especialista dá dicas de nutrição para quem faz atividades físicas ao ar livre
Advertisement

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui