Espetáculo no Theatro Municipal do Rio celebra os 25 anos da Rede Faetec

Gratuito e aberto ao público, o evento encantou os presentes com apresentações de música e dança

Foto: Divulgação

Para celebrar o aniversário de 25 anos da Fundação de Apoio à Escola Técnica (Faetec), foi realizado no Theatro Municipal do Rio de Janeiro, terça-feira à noite (11/10), o Concerto Jubileu de Prata. Fizeram parte da comemoração integrantes da Companhia de Atores Bailarinos Adolpho Bloch e do Centro Cultural da Escola Técnica Estadual Henrique Lage, além de alunos com deficiência intelectual do Centro de Apoio à Educação Profissionalizante (Caep) Favo de Mel. Gratuito e aberto ao público, o evento encantou os presentes com apresentações de música e dança.

A Banda Sinfônica e Coro da Faetec Marechal Hermes, formada por estudantes da fundação, tocaram o tema de Game of Thrones, Festival Prelude e Marcha Triunfal, da Ópera Aída, dentre outras canções, sob regência dos maestros Lélio Alves, David Pereira e Oswaldo Carvalho. Já o coral foi regido pela maestrina Cristina Salles e contou com o acompanhamento do pianista Rogério Duarte.

A Companhia de Atores Bailarinos Adolpho Bloch, com a direção de Rosane Campello e Luciana Carnout, exibiu a cena “Axé Mix – 23 anos de história” ao som de Axé for Concert Band. A apresentação animou mais ainda a plateia e contou, por meio da dança, a trajetória da companhia oriunda da Escola Técnica Estadual Adolpho Bloch, unidade da Faetec no Maracanã. 

E já que um dos objetivos da Rede Faetec é promover a inclusão social, alunos da Caep Favo de Mel (escola especializada em profissionalizar jovens com deficiência intelectual) marcaram presença e deram um show à parte, sambando ao lado da porta-bandeira Selminha Sorriso, ícone da escola de samba Beija-Flor de Nilópolis.

Dança, teatro e expressão corporal

Buscando também a inclusão, a Escola Técnica Estadual Henrique Lage, por meio do seu centro cultural, desenvolve um trabalho que envolve dança, teatro e expressão corporal, onde pessoas em cadeiras de rodas são incentivadas a participarem do curso de preparação corporal de atores. Os alunos fizeram uma performance de dança com cadeirantes durante a execução de Aquarela do Brasil. A professora Soyane Vargas ficou emocionada ao ver seus alunos no palco. A Faetec é um órgão vinculado à Secretaria de Estado de Ciência, Tecnologia e Inovação.

Advertisement

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui