Espetáculo nordestino em cartaz no Centro do Rio traz reflexão sobre a solidão contemporânea

A peça “O que te escrevo é puro corpo inteiro” aborda o conflito de um professor de Literatura, escritor e ator que decide passar a limpo a sua história de vida

Advertisement
Receba notícias no WhatsApp
(Foto: Divulgação)

O espetáculo “O que te escrevo é puro corpo inteiro”, da Truá Cia de Espetáculos, com texto de Nathan Sousa e direção de Wellington Júnior, é um projeto do ator e produtor piauiense Vitorino Rodrigues que investiga as novas escritas teatrais no Nordeste. A peça aborda o conflito de um professor de Literatura, escritor e ator que decide passar a limpo a sua história de vida, fazendo uma reflexão sobre sua relação com os seus alunos, leitores, público e todas as questões que lhe atravessam nesse percurso socioafetivo.

O monólogo traz o protagonista em seu quarto num embate entre o acúmulo de cultura e a solidão do homem incompreendido. Entre livros, fotografias e memórias, o homem, que se divide entre diferentes papéis na sociedade, revira os escombros de sua alma diante do espelho. “O que eu te escrevo é puro corpo inteiro” pode ser lido como um longo poema sobre as sortes e as misérias do artista e do educador.

O espetáculo permite revisitar as memórias afetivas e repensar as nossas escolhas provocando a inquietação: será que valeu a pena? Quando a gente fala nesse homem diante do espelho, a gente abre para qualquer profissional, é um homem na sua solidão mais íntima quando passa a sua vida na memória”, explica o ator Vitorino Rodrigues.

Diversidade nos palcos

Além das apresentações, o projeto realizará dois debates sobre a dramaturgia contemporânea do Nordeste. O bate-papo ocorrerá ao final das apresentações dos dias 27 e 28 de maio. Os encontros pretendem trazer uma discussão sobre territorialidade e produção cênico-dramatúrgica.

Advertisement

Leia também

Taxas de condomínio disparam no Rio; confira os bairros com os valores mais altos

Conheça seis motivos para investir em uma pós-graduação

A equipe de criação do espetáculo valoriza a diversidade e traz artistas nordestinos pretos e pessoas trans (não-binárias) com a finalidade de pensar um Nordeste plural além da imagem oficial que foi construída da região.

A primeira temporada de “O que eu te escrevo é puro corpo inteiro” foi no formato on-line em dezembro de 2020. Em julho de 2021 o espetáculo fez a sua estreia presencial e de lá para cá contabiliza mais de 30 apresentações que se sucederam entre temporadas e participações em mostras e festivais de teatro.

A obra completa a tetralogia da memória (17 minutos antes de você, Sol sanguíneo e Depois do fim) do ator Vitorino Rodrigues. A peça teve a sua estreia virtual em dezembro de 2020 pela plataforma Zoom, firmando-se como o primeiro espetáculo on-line do Piauí. Desde 2021, a montagem realiza temporadas em sua versão presencial.

O espetáculo “O que te escrevo é puro corpo inteiro” ganhou os prêmios de ator, texto e espetáculo no “Troféu Os Melhores do Teatro Piauiense 2022”; ator e iluminação do “Festival de Monólogos Ana Maria Rêgo 2022”; de ator, cenário e trilha sonora no “Troféu Em Cena 2023”.

A montagem, após aprovação em edital de chamamento de ocupação, realizará uma curta temporada no Teatro Dulcina, no centro do Rio de Janeiro, no período de 5 a 28 de maio às sextas e sábados, às 19h, e domingos às 18h. Os ingressos custam R$40 a inteira e R$20 a meia e estão sendo vendidos pelo site Sympla. O espetáculo disponibilizará também duas sessões, dos dias 20 e 21 de maio, com tradução na Língua Brasileira de Sinais (Libras).

Paco do Ouvidor Espetáculo nordestino em cartaz no Centro do Rio traz reflexão sobre a solidão contemporânea
O Shopping Paço do Ouvidor é o ponto de encontro no Centro do Rio. Passa no Paço

Ficha Técnica
Realização: Truá Cia de Espetáculos
Produção: VR Produções
Texto: Nathan Sousa
Atuação: Vitorino Rodrigues
Direção: Wellington Júnior
Cenário e figurino: Reinaldo Patricio
Sonoplastia: Edivan Alves
Operação de som: Teodorico Júnior
Iluminação: Wellington Júnior
Operação de luz: Wellington Júnior e Gerson Lobo
Contrarregras: Afonso Lopes e Márcio Felipe Gomes
Montagem: Truá Cia de Espetáculos – Teresina/Piauí

Serviço:
Local: Teatro Dulcina (Rua Alcindo Guanabara, 17 – Centro, Rio de Janeiro)
Quando: 5 a 28 de maio (Exceto dia 12 de maio)
Horário: Sexta e sábado às 19h e domingo às 18h
Ingresso: R$40 a inteira e R$20 a meia
Classificação: 14 anos
Duração: 60 minutos

Advertisement
Receba notícias no WhatsApp
entrar grupo whatsapp Espetáculo nordestino em cartaz no Centro do Rio traz reflexão sobre a solidão contemporânea

Advertisement
lapa dos mercadores 2024 Espetáculo nordestino em cartaz no Centro do Rio traz reflexão sobre a solidão contemporânea
Renata Granchi
Renata Granchi é jornalista e publicitária com mestrado em psicologia. Passou pela TV Manchete, TV Globo, Record TV, TV Escola e Jornal do Brasil. Escreveu dois livros didáticos e atualmente é diretora do Diário do Rio. Em paralelo, presta consultoria em comunicação e marketing para empresas do trade.
Advertisement

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui