Esportistas do RJ com deficiência auditiva terão auxílio financeiro mensal

Nova lei, sancionada pelo Governo do Estado, faz menção ao Programa Bolsa-Atleta, que pode ser usado para cobrir gastos com educação, alimentação, saúde, inscrições para competições, passagens para eventos esportivos, transporte urbano e aquisição de materiais

Advertisement
Receba notícias no WhatsApp
Imagem meramente ilustrativa - Foto: Divulgação/Alerj

O Governo do Rio de Janeiro sancionou uma nova lei que determina que portadores de deficiência auditiva filiados à Confederação Brasileira de Desportos de Surdos sejam beneficiados pelo programa Bolsa-Atleta.

A medida, número 10.240/23 e de autoria dos deputados Carlinhos BNH (PP) e Índia Armelau (PL), foi publicada em Diário Oficial nesta sexta-feira (15/12).

O programa foi instituído pela Lei 5.799/10 para conceder incentivo mensal aos atletas profissionais com base em seus rendimentos nos Campeonatos Mundiais, Pan-Americanos, Sul-Americanos e Jogos Olímpicos e Paralímpicos. O benefício pode ser utilizado para cobrir gastos com educação, alimentação, saúde, inscrições para competições, passagens para eventos esportivos, transporte urbano e aquisição de materiais.

Atualmente, podem integrar o programa atletas filiados à Federação Estadual, Associação Nacional, Confederação Nacional ou pelos Comitês Olímpico e Paraolímpico Brasileiro.

Advertisement

O órgão que organiza as competições internacionais de atletas com deficiência auditiva é o Comitê Internacional de Esportes para Surdos (ICSD). A entidade detém um status independente, por não fazer parte do Comitê Paralímpico Internacional (CPI).

”A falta de visibilidade e de reconhecimento dificulta a obtenção de financiamento das empresas públicas e privadas aqui no Brasil e em vários outros países. Com essas dificuldades, os surdoatletas, quando não estão motivados e patrocinados, acabam desistindo de seus sonhos. Diante disso, o objetivo da proposta é impedir a manutenção da discriminação com os atletas com deficiência auditiva que ocorre, ao que parece, exclusivamente em razão de não participarem de competições paralímpicas”, explicou Carlinhos BNH .

Advertisement
Receba notícias no WhatsApp
entrar grupo whatsapp Esportistas do RJ com deficiência auditiva terão auxílio financeiro mensal
Advertisement

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui