Foto: Reprodução/VascoTV

Foi aprovado nesta quarta-feira, 10/03, na Câmara dos Vereadores, o projeto de lei que reconhece o Estádio do Vasco da Gama, conhecido como São Januário, como de interesse histórico, cultural, desportivo e social para o município do Rio de Janeiro. De autoria de Tarcísio Motta, Renato Cinco e Paulo Pinheiro, o projeto segue para a sanção do prefeito.

“Estou muito orgulhoso que a cidade reconheça a importância histórica desse lugar, não só como vascaíno que sou, mas como historiador e cidadão. A memória da cidade está em disputa e é preciso demarcá-las”, diz Tarcísio Motta

Erguido em 1927 a partir de uma histórica campanha de arrecadação, o estádio de São Januário é símbolo de luta contra o racismo e de equipamento de lazer no subúrbio carioca. Sua construção foi uma resposta a exigências de dirigentes da época que, para mascarar motivações elitistas e racistas, alegaram a falta de estádio do clube como forma de pleitear sua exclusão do campeonato carioca. Isso porque o Vasco tinha sido campeão de 1923 com uma equipe formada por atletas negros e humildes que derrotara grandes times formados por jovens de famílias ricas da cidade.

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui