Estádio Municipal João Saldanha, em Maricá, recebe seu 1º jogo de futebol profissional

A partida marcou a estreia do Maricá Futebol Clube na Série A2 do Campeonato Carioca

Advertisement
Receba notícias no WhatsApp
Foto: Divulgação

A cidade de Maricá escreveu um importante capítulo da sua história neste final de semana. No sábado (18), o Maricá Futebol Clube realizou a primeira partida profissional do Estádio Municipal João Saldanha. O jogo foi disputado contra o Olaria, em duelo válido pela primeira rodada da Série A2 do Campeonato Carioca 2024. O placar final foi de 2×0 para a equipe da casa, com dois gols do atacante, Pablo Thomáz.

As obras para modernização do estádio tiveram início em julho de 2020. A praça esportiva foi inaugurada em 26 de maio do ano passado, quando a cidade completou 209 anos. Desde sua abertura e a conclusão das obras, o estádio recebia apenas jogos das categorias de base.

Em homenagem ao jornalista esportivo, João Saldanha, o estádio municipal de Maricá possui capacidade liberada para 1850 pessoas. O espaço está localizado no bairro de cordeirinho, a 16 quilômetros do centro. O município não realizava jogos profissionais de futebol desde 2013, no Estádio Dr Francisco de Oliveira, do Esporte Clube Maricá.

Advertisement

De acordo com a tabela da Série A2 do Campeonato Carioca desse ano, divulgada pela Federação de Futebol do Estado do Rio de Janeiro (FERJ), o Maricá FC receberá cinco jogos em seu novo estádio. Conforme previsto no regulamento do torneio, os 12 clubes em disputa jogam a competição em turno único, e os quatro melhores avançam às semifinais. O campeão garantirá acesso à primeira divisão do estadual de 2025.

O Maricá Futebol Clube foi criado em 2017, com patrocínio do Banco Mumbuca – banco comunitário da cidade, que gerencia o programa da Moeda Social Mumbuca, junto à prefeitura. A agremiação participa da segunda divisão estadual do Rio de Janeiro desde 2020. Apelidado de Tsunami, o clube disputou sua primeira competição nacional em 2022, quando enfrentou o Guarani-SP, pela primeira fase da Copa do Brasil.

É muito importante quando o poder público entende o esporte em toda sua dimensão. Nesse caso, o apoio da prefeitura, em se pensar em um estádio, em investir em um clube da cidade, traz muito mais do que o chamado retorno financeiro – ele traz um incentivo ao esporte, traz uma ideia de coletividade, de o clube representar o município como um todo. O estádio também não vive apenas nos dias do jogo, então ele cria simbolismos da cidade em cima do estádio, gera ganhos financeiros. A cidade de Maricá tem essa visão muito forte, de, com os royalties do petróleo, pensar em melhorias pra população, de bem-estar social. O investimento no esporte se insere na lógica de bem-estar social para a população, junto a outras iniciativas da prefeitura, como o programa de ônibus gratuito, entre outros”, destaca Filipe Mostaro – Pesquisador do Laboratório de Estudos em Mídia e Esporte da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (LEME/UERJ), e Professor de Comunicação Social.

Advertisement
Receba notícias no WhatsApp
entrar grupo whatsapp Estádio Municipal João Saldanha, em Maricá, recebe seu 1º jogo de futebol profissional
Advertisement

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui