Estado do Rio bate recorde histórico de abertura de empresas

No mês de Março, a Junta Comercial registrou 6.709 novos negócios, melhor marca do mês em 214 anos

Advertisement
Receba notícias no WhatsApp
Foto: Rafa Pereira - Diário do Rio

A Junta Comercial do Estado do Rio de Janeiro (Jucerja) registrou o maior número de aberturas de empresas no mês de março desde os 214 anos de existência. No total, foram computados 6.709 novos negócios em território fluminense. O primeiro trimestre bateu a marca de 16.846 novas empresas abertas. No mês de janeiro, foram registrados 4.949 novos negócios e em fevereiro 5.188. O que resultou na segunda melhor soma da história, ficando atrás apenas dos três primeiros meses do ano de 2022, quando foram computados 18.246 novos negócios.

“O desenvolvimento econômico do Rio de Janeiro tem avançado significativamente. Resgatamos a credibilidade do estado com um ambiente de negócios estável, juridicamente seguro e com processos simplificados, o que favorece a atração de empresas e contribui para o avanço da empregabilidade e a melhoria da qualidade de vida da população fluminense”, afirma o governador Cláudio Castro.

Do total das aberturas realizadas em março, 6.187 foram constituições, ou seja, novas empresas. Também estão incluídas 417 aberturas de filiais e 105 inscrições de transferências. Todas as categorias significam a criação de novos negócios no estado. Até então, a melhor marca do mês de março havia sido registrada em 2021, com 6.347 aberturas de empresas.

Entre as principais atividades das novas empresas estão:

Advertisement
  • Serviços combinados de escritório e apoio administrativo (621)
  • Atividade médica ambulatorial restrita a consultas, ou seja, ambulatórios, consultórios e clínicas (600)
  • Comércio varejista de artigo do vestuário e acessórios (485)

Os municípios que mais abriram empresas em março foram:

  • Rio de Janeiro (3.460)
  • Niterói (478)
  • Duque de Caxias (262)
  • São Gonçalo (217)
  • Nova Iguaçu (173)

“A desburocratização sempre foi a nossa principal meta e o aumento do número de novas empresas comprova que estamos no caminho certo. Simplificamos nosso sistema e oferecemos novas alternativas para agilizar os processos como a emissão do certificado digital e o aplicativo de reconhecimento fácil “Biovalid”. Com isso, hoje uma empresa é aberta, em média, em 38 minutos. E ainda temos muitos projetos para colocar em prática, sempre pensando em facilitar a vida do empresário fluminense”, diz o presidente da Jucerja, Sérgio Romay.

Advertisement
Receba notícias no WhatsApp
entrar grupo whatsapp Estado do Rio bate recorde histórico de abertura de empresas
Advertisement

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui