Estado do Rio fechou 2022 com redução de 2,8% no número de desempregados

Hoje, aproximadamente 8 milhões de fluminenses (53,8%) têm um emprego. É o maior índice da série histórica, iniciada em 2012

Advertisement
Receba notícias no WhatsApp
Vista aérea do Porto Maravilha - Foto: Rafa Pereira/Diário do Rio

O Estado do Rio fechou o quarto trimestre de 2022 com uma redução de 2,8% no número de desempregados, em relação ao mesmo período de 2021, e tem hoje a menor taxa de desemprego desde o primeiro trimestre de 2016. A informação é da Pesquisa Nacional por Amostras de Domicílios Contínua (PNAD Contínua) trimestral, divulgada nesta terça-feira (28/02) pelo IBGE. De acordo com a pesquisa, cerca de 54% da população fluminense tem trabalho atualmente.

De acordo com a pesquisa, o número de pessoas trabalhando no Estado do Rio registrou um aumento de 0,5% no 4º trimestre de 2022. E o número de desempregados apresentou uma redução de 0,9% em relação ao 3º trimestre/22. Hoje, aproximadamente 8 milhões de fluminenses (53,8%) têm um emprego. É o maior índice da série histórica, iniciada em 2012. 

Os indicadores da PNAD confirmam a retomada da ocupação do trabalhador fluminense. São um termômetro que mostra a evolução da força de trabalho no estado, além de nortear nosso trabalho na formulação de políticas públicas voltadas para o desenvolvimento socioeconômico do Rio de Janeiro“, disse o governador Cláudio Castro.

A secretária de Trabalho e Renda, Kelly Mattos, avalia que, com as parcerias que estão em andamento para formação e qualificação dos trabalhadores fluminenses, esse resultado será ainda melhor nos próximos meses.

Advertisement

Leia também

Rio terá observatórios para estudos climáticos; 1º será no Complexo do Alemão

Balão é ‘abatido’ antes de cair no Aeroporto do Galeão

Os números de desemprego tendem a cair ainda mais conforme avançarmos na capacitação da mão de obra fluminense“, diz Kelly.

Advertisement
Receba notícias no WhatsApp
entrar grupo whatsapp Estado do Rio fechou 2022 com redução de 2,8% no número de desempregados

Advertisement

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui