Estátua de Carlos Drummond de Andrade sofre novo ataque de vândalos

Inúmeras foram as vezes que os óculos da obra de arte foram furtados ou destruídos. Agora, o alvo dos criminosos foi o livro que compõe o monumento

Advertisement
Receba notícias no WhatsApp
Estátua de Drummond sem o emblemático livro - Prefeitura

A estátua do poeta Carlos Drummond de Andrade, localizada na Praia de Copacabana, na Zona Sul da cidade, foi mais um vez vítima de depredação. Desta vez, os inimigos do patrimônio público tentaram roubar o livro que compõe o monumento.

Ciente da atenção redobrada que deve ter com a obra de arte, agentes da Guarda Municipal (GM) logo recuperaram a peça importante, que, no momento, se encontra na Gerência de Monumentos e Chafarizes da Secretaria Municipal de Conservação (SECONSERVA).

Desde que foi instalada na altura da Avenida Rainha Elizabeth, em 2002, a monumento em homenagem a Carlos Drummond de Andrade tem sido alvo frequente de vandalismo e depredação.

Advertisement

Na maioria das vezes, os óculos da estátua são o objeto dos ladrões. Muitas foram as vezes em que a Prefeitura do Rio de Janeiro foi obrigada a reinstalar a peça, sem a qual o monumento fica descaracterizado.

Instalada há 22 anos, em comemoração ao centenário do poeta, a estátua foi inspirada em uma foto de Rogério Reis e foi confeccionada por Leo Santana. A peça é feita em bronze e mostra Drummond sentado em um banco, olhando para o calçadão. Turistas nacionais e internacionais adoram registrar sua passagem pela cidade ao lado da original obra de arte.

Advertisement
Receba notícias no WhatsApp
entrar grupo whatsapp Estátua de Carlos Drummond de Andrade sofre novo ataque de vândalos
Advertisement
lapa dos mercadores 2024 Estátua de Carlos Drummond de Andrade sofre novo ataque de vândalos
Advertisement

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui