Estudo aponta que após 12 meses seguidos de alta, aluguel no Rio já acumula aumento de 18%

Os maiores aumentos no período foram nos seguintes bairros: Lagoa, Jardim Oceânico, Vila Isabel, Barra da Tijuca e Laranjeiras

Vista aérea da orla do bairro da Barra da Tijuca • Foto: Rafa Pereira, Diário do Rio

Um estudo do Índice QuintoAndar de Aluguel mostrou que, em um ano, o preço do aluguel na cidade do Rio acumulou aumento de 17,94%, em 12 meses seguidos de alta. Segundo o levantamento, só neste ano, até agosto, o preço médio dos novos aluguéis avançou 12,29%. O portal de imóveis criou um índice próprio para medição das tendências deste mercado, que, embora não seja muito utilizado, demonstra uma tendência de mercado.

O levantamento destaca ainda que, nos últimos 6 meses (março a agosto), 21 de 23 bairros do Rio registraram alta no preço do metro quadrado, o equivalente a 91% das regiões analisadas. “A procura por imóveis tem aumentado na cidade, o que tem empurrado os preços para cima”, diz Wilton Alves, da administradora Sergio Castro, com 8 escritórios pela cidade.

Os maiores aumentos no período, segundo o estudo, foram nos seguintes bairros: Lagoa (31,6%); Jardim Oceânico (26,1%); Vila Isabel (22,3%); Barra da Tijuca (16,4%); e Laranjeiras (12,5%).

O Rio de Janeiro registra o ciclo mais longo de altas consecutivas do preço do aluguel. No último ano não houve um mês em que o preço tenha aumentado. E esse movimento está espalhado pelas quatro regiões da cidade”, destaca Thiago Reis, gerente de dados do QuintoAndar.

Segundo Reis, a alta se dá devido ao aumento dos preços de imóveis de um e dois quartos, principalmente em áreas com grande oferta de transporte público.

Advertisement

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui