Ex-faxineira, Mônica Cunha, toma posse como vereadora do Rio

Ela ocupa uma das vagas deixadas por Chico Alencar e Tarcísio Motta, eleitos deputados federais

Advertisement
Receba notícias no WhatsApp

A técnica em educação Mônica Cunha (PSOL-RJ) e ex-faxineira, tomou posse como vereadora do Rio de Janeiro, nesta quinta-feira (2). Ela ocupa uma das vagas deixadas por Chico Alencar e Tarcísio Motta, eleitos deputados federais.

A parlamentar prestou homenagem ao filho Rafael da Silva Cunha trajando um vestido de linho branco com estampa da foto de Rafael, a vereadora que foi eleita com pautas antirracistas, afirma que seu gabinete estará a serviço da população negra. “A cidade do Rio de Janeiro ganha um mandato focado na defesa dos direitos humanos e no combate ao racismo”, disse a parlamentar.

A vereadora antes de virar técnica em educação trabalhou em profissões ocupadas por milhões de brasileiros. Ela foi cozinheira por 16 anos, além de faxineira, vendedora ambulante e garçonete.

A parlamentar que compõe uma bancada de 11 mulheres na Câmara de Vereadores do Rio, chegou à casa legislativa após 20 anos de ativismo em defesa dos direitos humanos.

Advertisement

Leia também

Pedro Paulo cada vez mais certo como vice de Eduardo Paes – Bastidores do Rio

10 coisas que só quem anda de ônibus no RJ vai entender

Advertisement
Receba notícias no WhatsApp
entrar grupo whatsapp Ex-faxineira, Mônica Cunha, toma posse como vereadora do Rio

Advertisement

1 COMENTÁRIO

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui