Ex-juiz que apreendeu Porsche e piano de Eike Batista é preso pela Polícia Federal no Rio

Em 2015, o então magistrado foi flagrado dirigindo o Porsche de Eike Batista pelas ruas da cidade

Advertisement
Receba notícias no WhatsApp
Imagem: Rafael Moraes/Ag. O Globo

A Polícia Federal prendeu, na manhã desta terça-feira (21/03), no Centro do Rio, o ex-juiz federal Flávio Roberto de Souza, de 60 anos. Ele foi condenado em dezembro, em segunda instância, a 7 anos de prisão pelo crime de peculato e a 1 ano por fraude processual.

Em 2015, o então magistrado foi flagrado dirigindo o Porsche de Eike Batista. Na ocasião, Flávio Roberto ainda guardou dinheiro apreendido por ordem dele mesmo com o empresário e levou o piano do empresário para o seu apartamento.

De acordo com a denúncia do Ministério Público Federal, em 2015, quando era juiz titular da 3ª Vara Federal Criminal do Rio, Flávio Roberto se apropriou de parte do valor apreendido.

Por ordem do então juiz, a Polícia Federal havia recolhido com Eike Batista R$ 90 mil, 2.750 libras esterlinas e 5.442 dólares em espécie, além do piano e do Porsche.

Advertisement

Leia também

Pedro Paulo cada vez mais certo como vice de Eduardo Paes – Bastidores do Rio

10 coisas que só quem anda de ônibus no RJ vai entender

O dinheiro foi guardado na sala de Flávio na 3ª Vara Federal Criminal. O piano e o veículo foram armazenados no condomínio residencial do então magistrado.

Advertisement
Receba notícias no WhatsApp
entrar grupo whatsapp Ex-juiz que apreendeu Porsche e piano de Eike Batista é preso pela Polícia Federal no Rio

Advertisement

1 COMENTÁRIO

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui