Ex-secretário de Saúde do governo Witzel tem registro profissional cassado pelo Cremerj

Edmar Santos, que foi diretor-geral do Hospital Universitário Pedro Ernesto, foi acusado e preso pelo desvio de R$ 1 bilhão durante da pandemia

Advertisement
Receba notícias no WhatsApp
Edmar Santos, ex-ex-secretário de Estado de Saúde do RJ exonerado do cargo durante a pandemia devido a suspeitas de irregularidades na gestão - Foto: Luciano Belford/Agência O Dia

O Conselho Regional de Medicina (Cremerj) cassou o registro profissional do ex-secretário de Estado de Saúde do Rio, Edmar Santos. A decisão, tomada nesta terça-feira (13), é a penalidade máxima aplicada pelo Cremerj e inviabiliza o exercício da profissão. Antes de ser nomeado secretário de Saúde, o agora ex – médico, exercia o cargo de diretor-geral do Hospital Universitário Pedro Ernesto (Hupe).

Acusado de ser um dos líderes da quadrilha que desviou R$ 1 bilhão em compras, durante a pandemia, Edmar Santos foi preso em 2020.  Na ocasião, foram prometidos à população a entrega de sete hospitais de campanha, apenas dois deles foram inaugurados, com a capacidade de atendimento abaixo da prevista. Na época, o Governo do Estado pagou R$ 36 milhões por mil respiradores destinados a pacientes em estado grave, dos quais somente 52 foram entregues, mesmo assim, nenhum deles era adequado ao tratamento da Covid-19.

Ao deixar a secretaria, Edmar Santos procurou a Procuradoria Geral da República para firmar um acordo de delação premiada e contar o que sabia sobre as fraudes praticadas. A partir de então, outros funcionários do governo Wilson Witzel foram investigados. A inciativa de Santos influenciou no impeachment do ex-governador, em 2021. Edmar Santos ainda não se pronunciou sobre a cassação do seu registro de médico.

As informações são do jornal Extra.

Advertisement
Advertisement
Receba notícias no WhatsApp
entrar grupo whatsapp Ex-secretário de Saúde do governo Witzel tem registro profissional cassado pelo Cremerj
Advertisement

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui