Exposição ‘Crias’ celebra a infância na Galeria 535 na Maré

A mostra coletiva reúne fotografias do acervo do Programa Imagens do Povo e ficará aberta à visitação até o dia 10 de novembro

Foto: Acervo Imagens do Povo

A Galeria 535, na Maré, abre suas portas para receber a mostra coletiva “Crias” que reúne fotografias do Acervo Imagens do Povo com o tema da infância em espaços populares. Essa exposição, promovida pelo Programa Imagens do Povo, uma iniciativa do Observatório de Favelas, oferece uma visão única do cotidiano infantil em comunidades marginalizadas. As fotografias estarão disponíveis para visitação até o dia 10 de novembro, e visitas mediadas com grupos podem ser agendadas previamente.

A exposição apresenta um olhar sensível sobre a infância, com imagens que celebram o dia a dia das crianças. A curadoria coletiva, composta por Erika Tambke, Monara Barreto, Ratão Diniz e Vitória Corrêia, selecionou cuidadosamente as obras para destacar a beleza das atividades cotidianas das crianças em ambientes populares.

A escolha da data de abertura da exposição não foi coincidência. A mostra ocorre próximo a duas datas importantes dedicadas às crianças: o Dia de São Cosme e São Damião, em 27 de setembro, celebrado por católicos e religiosos de matrizes africanas, e o Dia das Crianças, em 12 de outubro. Essas datas têm um significado especial para o imaginário popular e reforçam o foco da exposição na infância.

Ratão Diniz, Coordenador Técnico da Escola de Fotografia Popular do Programa Imagens do Povo, destaca que a proposta de “Crias” é resgatar a infância vivida nos espaços populares, conectando profundamente as crianças ao ambiente em que crescem. O objetivo é evidenciar a criatividade e habilidade das crianças ao transformar objetos comuns em brinquedos imaginativos.

A exposição busca não apenas celebrar a infância, mas também ressaltar a importância das comunidades e destacar a resiliência e vitalidade das crianças que habitam esses territórios populares. Ela explora a relação entre espaço, identidade, pertencimento e alegria na infância, convidando os espectadores a reconhecer a beleza e a riqueza cultural desses locais muitas vezes marginalizados.

Erika Tambke, Coordenadora do Imagens do Povo, enfatiza a importância de diversificar as narrativas sobre a infância, especialmente em espaços populares. Ela destaca que as crianças têm diversos momentos, desde brincadeiras até estudos, festas populares e religiosidade. A fotografia popular tem como objetivo ampliar essas narrativas e mostrar a criança em sua plenitude de vida.

A Galeria 535, onde a exposição está sendo realizada, desempenha um papel crucial na difusão de temas relacionados à fotografia popular. O Programa Imagens do Povo reúne e disponibiliza fotografias do cotidiano periférico e popular, cobrindo manifestações culturais, espaços populares e questões sociais. E atualmente, o acervo conta com 4 mil imagens catalogadas e envolve 35 fotógrafos colaboradores.

O Programa Imagens do Povo é apresentado pelo Ministério da Cultura e Observatório de Favelas, com patrocínio do Instituto Cultural Vale, Itaú Unibanco e White Martins, através da Lei Federal de Incentivo à Cultura. E além disso, conta com o apoio institucional do Itaú Cultural e é realizado em parceria com o Governo Federal.


Serviço:
Exposição “Crias” na Galeria 535

  • Visitação até 10 de Novembro
  • Endereço: Rua Teixeira Ribeiro, 535 – Maré
  • Entrada Gratuita
  • Classificação Livre
Advertisement
irmandade lapa dos mercadores Exposição 'Crias' celebra a infância na Galeria 535 na Maré
Advertisement

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui