Família retira candidatura de David Miranda, internado em UTI há 6 semanas

O jornalista Glenn Greenwald, marido do deputado, publicou um vídeo falando que irá formalizar a desistência de disputa à reeleição

Foto: Michel Jesus/ Câmara dos Deputados

Nesta terça-feira (20/09), o jornalista Glenn Greenwald afirmou que pediu à Justiça Eleitoral para retirar a candidatura do marido, o deputado federal David Miranda (PDT-RJ), que concorreria à reeleição. David está internado na Unidade de terapia intensiva (UTI) há mais de 6 semanas. 

No dia 07 de agosto, um dia após a internação, David publicou nas redes sociais vinha se sentindo mal há alguns dias: “tenho me sentido mal nos últimos dias, e ontem finalmente fui ao hospital, e acabei internado. Estava empolgado com a Parada do Orgulho LGBTQIA+ de Niterói, mas infelizmente to preso aqui. Mantenho vocês informados sobre meu estado de saúde“.

“É uma decisão extremamente difícil. Eu disse, desde o começo da internação dele, no dia 6 de agosto, que a única pessoa que deveria tomar decisões sobre a candidatura do David é o David. Mas, infelizmente, essa não é a nossa realidade. Essa decisão caiu em cima de mim e eu consultei com todas as pessoas próximas do David e houve um consenso de que é a única decisão a ser tomada”, disse Glenn em um vídeo publicado nas redes sociais. Confira abaixo:

Nas redes sociais, inúmeros nomes da política brasileira deixaram mensagens para David, como Ciro Gomes, Rodrigo Neves, Flavio Serafini, entre outros.

Advertisement

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui