Farmácias de Niterói são interditadas por vendas de medicamentos controlados sem receita

Dono de um dos estabelecimentos e o farmacêutico foram presos e respondem agora por tráfico de drogas, com pena que pode chegar a 15 anos de prisão

Advertisement
Receba notícias no WhatsApp
Remédios apreendidos durante a fiscalização em Niterói
Remédios apreendidos durante a fiscalização. Reprodução: Divulgação.

Na última quarta-feira (10), a Polícia Civil e a Vigilância Sanitária interditaram duas farmácias no Centro de Niterói, na Região Metropolitana do Rio de Janeiro, por vendas ilegais de remédios controlados. Durante a operação conjunta, o dono de um dos estabelecimentos e o farmacêutico foram detidos.

As investigações indicam que as duas lojas da cidade estavam realizando a venda de medicamentos controlados, como Clonazepam, além de outros que não são permitidos à comercialização sem prescrição médica. A fiscalização também contou com o apoio de agentes da Delegacia do Consumidor (Decon) e peritos do Serviço de Perícia da Cidade da Polícia.

Os responsáveis pelas farmácias foram surpreendidos em flagrante durante a ação. De acordo com informações, o dono de uma das farmácias e o farmacêutico são acusados pelo crime de tráfico de drogas, cuja pena pode chegar até 15 anos de prisão.

Advertisement

A Vigilância Sanitária e a Polícia Civil destacam que os medicamentos devem ser comprados somente em farmácias regulamentadas e com a prescrição médica adequada. Os estabelecimentos ficarão interditados até que todas as irregularidades sejam confirmadas e as medidas corretas sejam empregues durante a investigação.

Advertisement
Receba notícias no WhatsApp
entrar grupo whatsapp Farmácias de Niterói são interditadas por vendas de medicamentos controlados sem receita
Advertisement

1 COMENTÁRIO

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui