Fazenda de São Gonçalo pode ser transformada em Museu Histórico

Projeto do deputado Coronel Salema (PL) ainda precisa ser votado em segunda discussão pela Casa

Foto: Divulgação

A Fazenda Engenho Novo, localizada no bairro Monjolos, em São Gonçalo, poderá ser transformada em Museu Histórico Barão de São Gonçalo. É o que autoriza o Projeto de Lei 4.215/21, de autoria do deputado Coronel Salema (PL), que a Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro (Alerj) aprovou, nesta quinta-feira (08/09), em primeira discussão. O texto ainda precisa ser votado em segunda discussão pela Casa.

Segundo o texto, caberá à Secretaria de Estado de Cultura e Economia Criativa, em parceria com o Movimento Ocupa Fazenda do Engenho Novo, desenvolver o projeto do museu histórico. O texto prevê a restauração do casarão e das áreas da fazenda, preservando suas formas originais tombada pelo Instituto Estadual do Patrimônio Cultural (Inepac) em 1998.

O museu histórico deverá contar com visitas guiadas, palestras sobre a história da fazenda, com produção textual. Além disso, o Executivo poderá capacitar a população local para atuar na instituição.

“Além da importância histórica, a fazenda também foi grande produtora de cana-de-açúcar, de laranja e uma das maiores produtoras de abacaxi do estado. A criação do museu, sem dúvida, transformará as ruínas em relíquias, histórias esquecidas em memórias vivas, lembranças da cultura passada em atividades culturais de grande diversidade e interesse com vistas a preservar a memória da fazenda que já foi o marco da economia de São Gonçalo”, justificou Salema.

Advertisement

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui