Felipe Lucena: O Rio nas ruas

Advertisement
Receba notícias no WhatsApp
Foto: Mídia Ninja

Concordem ou não com a causa, é importante ver o povo nas ruas. Governo nenhum passa impune sem que mereça críticas e contestações populares. Nesta quarta-feira, 15/05, uma parte da população do Brasil saiu em marcha contra os cortes na educação. Embora tenham surgido pautas paralelas em meio às manifestações (o que é legítimo e justo), o tema central é extremamente importante.

No Rio, manifestantes se reuniram na Candelária, Carioca e Cinelândia, no Centro. Também havia movimentação na Praça XV. Houve interdições nas avenidas Presidente Vargas e Rio Branco. Cerca de 150 mil pessoas participaram, segundo os organizadores.

Outros locais, como Tijuca, ainda pela manhã do dia 15/05, também tiveram focos de manifestantes. Escolas, Universidades e outros centros de estudos organizaram protestos, concentraram pessoas para o grande ato.

Dias antes da manifestação do último dia 15/05, que é a primeira de muitas ao que tudo indica, estudantes já estavam realizando protestos. Vem mais por aí, não só por conta do corte de gastos na educação.

Advertisement

Leia também

Progressistas dividido entre Bolsonarismo, Eduardo Paes e Marcelo Queiroz – Bastidores do Rio

Custas judiciais aumentaram 45% no estado do Rio de Janeiro nos últimos dois anos

Historicamente, o Rio de Janeiro é um local marcado por grandes manifestações de rua. Que assim continue. Como disse antes, Governo nenhum passa impune sem que mereça críticas e contestações populares, e o que não faltam são motivos para nós, cariocas, protestarmos. Seja na escala municipal, estadual ou federal. O Rio precisa continuar nas ruas.

Advertisement
Receba notícias no WhatsApp
entrar grupo whatsapp Felipe Lucena: O Rio nas ruas

Advertisement

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui