Fernanda Dias: 7 principais erros do emagrecimento

Emagrecer deve ser um processo lento e gradual, sempre pensando em mudanças de hábitos alimentares e de rotina de vida para que seja definitivo

Cortar carboidrato


O carboidrato é um macronutriente responsável por gerar energia para o corpo. Quando cortamos o carboidrato da dieta, o organismo sente falta de energia e como consequência aumenta o desejo por doces, aumenta o cansaço e a indisposição, aumenta a irritabilidade e piora a qualidade do sono, dentre outros efeitos negativos. Conclusão, seu processo de emagrecimento fica comprometido. Todos os macronutrientes devem fazer parte da dieta em proporções ideais. 

Trocar o jantar por lanche 

Fazer um jantar saudável e nutritivo é fundamental para saúde e para o processo de emagrecimento. Quando trocamos essa refeição completa rica em vegetais, grãos integrais e uma boa fonte de proteína por um sanduíche de pão com queijo e presunto, por exemplo, essa substituição se torna desbalanceada e pobre em nutrientes. Muitas pessoas acham que o jantar fica pesado para o horário
noturno, porém se essa refeição for feita cedo, por volta das 20:00 horas, em pequena quantidade, será mais indicada para sua saúde e para o emagrecimento do que um lanche que parece ser leve e inofensivo, porém é pouco saudável. 

Fazer dieta restritiva de segunda a sexta-feira e jacar no final de semana

As restrições severas podem gerar como efeito rebote a necessidade de compensação alimentar. Se o seu final de semana é cheio de exageros alimentares, com refeições muito calóricas e não saudáveis, você irá reganhar o peso que eliminou durante a semana perdendo todo o seu esforço. Além disso, emocionalmente, você não está preparado para as mudanças dos seus hábitos alimentares o que compromete a manutenção do peso perdido a longo prazo, gerando o famoso efeito sanfona. Mais difícil do que emagrecer é manter o peso perdido! Isso só é possível com a persistência dos novos hábitos alimentares adquiridos e a manutenção de um estilo de vida saudável. 

Não se hidratar bem e tomar termogênicos para aumentar o metabolismo

Água é vida, 70% do corpo é constituído por água e o metabolismo só funciona de maneira adequada com uma boa hidratação. Quando substituímos a ingestão de água por estimulantes e termogênicos temos o risco de aumentar a desidratação, aumentar o inchaço, favorecer a ansiedade e o desequilíbrio do cortisol, hormônio do estresse. O estresse dificulta o emagrecimento, desregula o funcionamento do intestino e altera a qualidade do sono. Além disso, suas escolhas alimentares serão afetadas fazendo com que aumente o seu desejo por alimentos mais calóricos e hiper palatáveis comprometendo sua dieta. 

Treinar em excesso para compensar os erros alimentares

Nenhum exercício compensa uma dieta com excesso de calorias. Essa punição pode levar ao overtrainning e aumentar o risco de lesões musculares e articulares. O que promove o emagrecimento é o déficit calórico da dieta, isto é, para emagrecer devemos comer menos calorias do que o gasto calórico total diário. O exercício tem a função de aumentar o metabolismo, favorecer a hipertrofia ou a manutenção da massa muscular garantindo uma melhora da composição corporal e evitando a flacidez durante o processo de emagrecimento. Treinar diariamente é necessário, porém em excesso não trará benefícios, pelo contrário, pode ser prejudicial. 

Se preocupar mais com as calorias do que com o valor nutricional da dieta

Emagrecimento não é contagem de calorias. O corpo precisa de outros nutrientes fundamentais, como vitaminas, minerais, fibras, fitoquímicos e antioxidantes para que o organismo tenha substratos suficientes para exercer as funções metabólicas que geram a oxidação de gordura, e consequentemente, a perda de peso. Uma dieta balanceada e rica em frutas, vegetais, proteínas magras, cereais integrais e gorduras saudáveis é determinante para garantir um emagrecimento saudável sem provocar desequilíbrios nutricionais. 

Comer muito pouco para emagrecer mais rápido

Comer muito pouco, abaixo da taxa metabólica basal (TMB) que é a quantidade mínima de calorias que precisamos ingerir diariamente para que o corpo funcione de maneira adequada, pode causar uma disfunção da tireóide levando ao hipotireoidismo. Outro detalhe importante, comer poucas calorias ao longo do dia gera perda de massa muscular, reduzindo ainda mais o metabolismo. Emagrecimento é a redução de gordura corporal e não somente a redução de peso corporal. Perder peso proveniente de músculo não é bem-vindo. Portanto, não queira eliminar peso a qualquer custo. Emagrecer deve ser um processo lento e gradual, sempre pensando em mudanças de hábitos alimentares e de rotina de vida para que seja definitivo.

Formada pelo Centro Universitário Newton Paiva - Belo Horizonte, com Pós graduação em Nutrição Esportiva Funcional pelo VP Centro de Nutrição Funcional - Rio de Janeiro. É Nutricionista do BNDES (Nutrendo), Consultoria Nutricional do Programa de Treinamento online Treinando em casa com o Rafa @personalrafamachado, , Nutricionista do Projeto Social Avante @projetoavante_ e Nutricionista parceira do N Comidas (marmitas saudáveis e balanceadas) @n.comidas_n.comidas
Advertisement

1 COMENTÁRIO

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui