Fernanda Dias: Saiba quais cereais e alimentos tem ou não a presença de glúten

Veja quais alimentos incluir e excluir da sua alimentação em casos de sensibilidade alimentar ao glúten

Advertisement
Receba notícias no WhatsApp
Foto: Reprodução/Tua Saúde

O glúten é uma proteína presente naturalmente em alguns cereais como trigo, centeio, cevada e malte. Ele é responsável por aumentar a viscosidade e a elasticidade de alimentos como pães, massas, bolos e biscoitos. Outros cereais como aveia, quinoa, amaranto, arroz, milho, painço e trigo sarraceno não possuem glúten na sua composição nutricional.

Por que o trigo sarraceno não tem glúten?

O trigo sarraceno é uma semente que não tem nada em comum com o trigo convencional. É um pseudo grão rico em fibras e minerais como o magnésio, e pode fazer parte de uma dieta sem glúten na forma de mingau, pães, panqueca, bolinho, risoto. Uma ótima opção de alimento nutritivo para compor o cardápio de uma dieta glúten free. 

Por ser uma molécula de difícil digestão, o glúten muitas vezes pode causar alergia ou intolerância alimentar provocando quadros de distensão abdominal, diarreia, psoríase, enxaqueca, anemia, cansaço excessivo, dentre outros. Pacientes com sintomas de sensibilidade ao glúten devem evitar ao máximo o consumo de alimentos fontes dessa proteína dependendo do grau de intolerância. 

Advertisement

Leia também

Dengue: Ministério da Saúde envia 1º lote de vacinas enquanto RJ intensifica medidas de combate

Fortemente afetadas pelas chuvas desta quarta-feira, Japeri e Nova Iguaçu não apresentaram plano de redução e adaptação à crise climática

Já os pacientes celíacos não devem entrar em contato com nenhuma partícula de glúten para evitar o aparecimento dos sintomas, pois a doença celíaca é uma patologia autoimune em que a resposta imunológica é grave e muito deletéria, principalmente para o intestino. 

Nem sempre os alimentos isentos de glúten são seguros para o consumo pelos celíacos e pessoas com sensibilidade, pois pode haver contaminação cruzada. Isso acontece quando um alimento que não contém glúten é processado e armazenado no mesmo local com outros alimentos que contém glúten. 

Como assegurar que um alimento está totalmente livre de glúten?

Para garantir que um alimento naturalmente sem glúten não esteja contaminado, devemos comprar de empresas que não manipulem trigo, centeio, cevada e malte. A embalagem deve especificar no rótulo NÃO CONTÉM GLÚTEN. É muito importante ter atenção e ler o rótulo do produto. Para aumentar a segurança, sempre compre os cereais em embalagens fechadas, evitando alimentos à granel onde não há o total controle da manipulação e da origem dos alimentos. 

O glúten engorda?

De uma forma geral, os alimentos que contém glúten são também aqueles mais calóricos, como pizza, pães, croissant, bolos, massas, biscoitos, hamburguer, cachorro quente, cerveja, alimentos ultraprocessados. Uma dieta sem glúten elimina todos esses alimentos ricos em gorduras, açúcar e carboidratos refinados que podem levar ao ganho de peso. O glúten por si só não é capaz de te fazer engordar. Caso você não tenha nenhuma sensibilidade alimentar ao glúten, não há necessidade de removê-lo totalmente da dieta. Eventualmente comer alimentos que contém glúten não irão provocar prejuízos à saúde. 

A diversificação alimentar evita com que o nosso organismo desenvolva sensibilidades alimentares, portanto, procure variar a alimentação, escolha alimentos mais naturais e artesanais, elimine ao máximo os produtos industrializados, e principalmente, os ultraprocessados da dieta, e sempre observe como seu corpo reage ao entrar em contato com esta proteína. 

Um intestino saudável tolera substâncias de difícil digestão como o glúten, se o consumo não for frequente e nem de forma exagerada. No caso dos celíacos a tolerância é zero. A doença só entra em remissão com a exclusão total do glúten.      

Quais alimentos não contém glúten?

  • Frutas e vegetais;
  • Leguminosas, como feijão, soja, grão de bico, ervilha, lentilha;
  • Cereais, como arroz, aveia, quinoa, amaranto, milho; (cuidado com a contaminação cruzada)
  • Tubérculos, como batatas, fécula de batata, aipim, inhame;
  • Proteínas, como carne, frango, ovos, tofu e peixes;
  • Leite e derivados, como iogurte e queijos;
  • Doces, como açúcar, chocolate, cacau, geleia;
  • Temperos, como sal, tomilho, manjericão, orégano;
  • Gorduras, como azeite, manteiga, óleo de coco e as oleaginosas;
  • Sementes, como linhaça, chia, gergelim, abóbora e girassol.
Advertisement
Receba notícias no WhatsApp
entrar grupo whatsapp Fernanda Dias: Saiba quais cereais e alimentos tem ou não a presença de glúten

Advertisement

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui