Festa em reduto esquerdista no Centro do Rio terá telão exibindo o último debate entre Lula e Bolsonaro

O evento "Delírios Comunistas" irá acontecer nesta sexta-feira (28/10), na tradicional Banca do André, na Cinelândia

Advertisement
Receba notícias no WhatsApp
Banca do André (Foto: Reprodução Instagram)

Parece Copa do Mundo, mas não é. Um fato inusitado marcará a festa “Delírios Comunistas”, que será realizada nesta sexta-feira (28/10), na Cinelândia, no Centro do Rio. O evento promovido pela tradicional Banca do André, conhecida por ser frequentada por eleitores de esquerda, exibirá o último debate presidencial entre Lula (PT) e Bolsonaro (PL) antes das eleições deste domingo (30/10).

A terceira edição do evento, que é feito ao ar livre e tem entrada gratuita, terá início às 20h. Por volta das 21h30, quando começa o debate na Rede Globo, os organizadores da festa prometem transmitir ao vivo o embate entre o petista e o bolsonarista.

Mesmo com a instalação de caixas de som no local, a organização do evento não definiu se a música vai parar para que os convidados acompanhem o debate , ou se serão ativadas legendas ao longo do programa.

Aniversário Lula

Nesta quinta-feira (27/10), dia em que o ex-presidente Lula completa 77 anos, a Banca do André terá um evento com músicos de jazz ao vivo para celebrar a data. As confraternizações na banca costumam contar com a presença de políticos e celebridades progressistas.

Debate presidencial

No último encontro entre Lula e Bolsonaro antes de sabermos que será o presidente o Brasil, a TV Globo irá colocar os dois candidatos a cadeira do planalto frente a frente na noite desta sexta-feira.

Ao todo, o programa terá cinco blocos com diferentes formatos, que intercalam o debate livre entre os dois candidatos com temas pré-definidos pela produção do programa. Ao final, cada candidato poderá fazer suas considerações finais.

Advertisement
Receba notícias no WhatsApp
entrar grupo whatsapp Festa em reduto esquerdista no Centro do Rio terá telão exibindo o último debate entre Lula e Bolsonaro

Advertisement

1 COMENTÁRIO

  1. A diferença é que na Copa do Mundo o resultado é objetivo. Se a seleção perde, vai todo mundo embora murcho e com o rabo entre as pernas. No evento em questão, independente da surra levada pelo “líder das pesquisas”, a plateia lobotomizada urrará em euforia, convencida de uma grande (e inócua) vitória.

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui