Festa Literária do Renascença reúne escritores, educadores e sambistas para debater a cultura afro-brasileira

Segunda edição do evento acontece neste fim de semana e terá homenagem ao escritor Joel Rufino dos Santos

Advertisement
Receba notícias no WhatsApp

O Clube Renascença, no Andaraí, na Zona Norte do Rio, vai receber a segunda edição da Flirena, a Festa Literária do Renascença, entre os dias 6 e 8 de outubro. A proposta do evento, realizado em parceria com a Secretaria Municipal de Educação (SME), é reunir escritores, poetas, educadores, sambistas e empreendedores que se interessem pela cultura afro-brasileira. O evento levará incentivo à leitura e escrita, democratização dos livros e valorização das práticas leitoras.

A valorização da história e da cultura negra é um compromisso diário em nossas escolas. Estamos constantemente nos aprimorando e ter a Flirena como ferramenta para difundir essa missão é muito importante”, diz o secretário municipal de educação, Renan Ferreirinha.

Joel Rufino dos Santos foi escolhido para ser homenageado nesta edição por conta de seu engajamento à causa negra e a sua trajetória como historiador, romancista e intelectual que teve seus trabalhos censurados pela ditadura de 1964. Rufino é referência no pensamento e na luta por justiça social, pelo fim dos preconceitos e pela defesa da cultura popular brasileira.

No primeiro dia de evento, a Secretaria Municipal de Educação vai convidar o público presente e mil estudantes, da educação infantil ao ensino fundamental da rede, para realizar diferentes atividades, como oficinas de criação poética, contação de histórias afro e indígenas, rodas de conversa, confecção de coroas, entre outras ligadas à ancestralidade e à importância histórica do negro no processo sociocultural brasileiro. Também serão distribuídos absorventes íntimos para todas as alunas da rede municipal de educação presentes.

Advertisement

Durante os três dias de evento, a programação variada promete agradar a todos os gostos e idades. O objetivo da festa é a valorização da cultura negra em suas mais variadas vertentes, apostando na diversidade. Além da literatura, com espaço para escritores, editoras e livrarias exporem as suas obras, assim como estandes para lançamentos de livros, dando visibilidade aos novos autores de publicações sobre a cultura afrodescendente, a programação engloba gastronomia com comida afro-brasileira, rodas de leitura e conversa, oficinas, debates, entrevistas com escritores e as tradicionais rodas de samba do Renascença. Confira a programação completa aqui.

Advertisement
Receba notícias no WhatsApp
entrar grupo whatsapp Festa Literária do Renascença reúne escritores, educadores e sambistas para debater a cultura afro-brasileira
Advertisement
lapa dos mercadores 2024 Festa Literária do Renascença reúne escritores, educadores e sambistas para debater a cultura afro-brasileira
Advertisement

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui