Festival de teatro acessível no RJ tem apresentações online e votação com júri popular

Advertisement
Receba notícias no WhatsApp
Foto: Divulgação

Na próxima terça-feira (19/09), Dia Nacional do Teatro Acessível: Arte, Prazer e Direitos (Lei 13.442/2017), começa a primeira edição do ETA Festival – INsquetes de Teatro Acessível, com espetáculos online e gratuitos inclusivos em todas as suas etapas. As apresentações acontecem até o dia 22/09, no YouTube.

O festival é uma iniciativa da ”Escola de Gente – Comunicação em Inclusão”, ONG criada há 21 anos pela jornalista Claudia Werneck e que é referência nacional e internacional em cultura acessível, com mais de 100 reconhecimentos e premiações, entre eles a ”Ordem do Mérito Cultural”, do Governo Federal, por sua inovação em acessibilidades artísticas.

Vale ressaltar que a Escola de Gente foi nomeada recentemente pela ministra da Cultura, Margareth Menezes, para integrar a Comissão Nacional de Incentivo à Cultura (CNIC) no mandato 2023-2025 como representante do tema Acessibilidade.

O objetivo do ETA Festival é abranger o maior número de pessoas possível, fomentando a comunicação e a formação de novos núcleos e artistas multiplicadores dos conceitos e técnicas de acessibilidade. Todas as ações do evento plenamente acessíveis com oferta ampla e diversificada de recursos como Libras, legenda/estenotipia, audiodescrição e linguagem simples (voltada a pessoas com deficiência intelectual e outros públicos com pouco conhecimento da língua portuguesa escrita e falada, incluindo pessoas analfabetas).

Advertisement

”O ETA Festival! é um ato de mobilização democrática pela cultura acessível. Trata-se do desdobramento do investimento sistemático da Escola de Gente em praticar teatro acessível nos últimos 20 anos. Saímos na frente, com o nosso grupo Os Inclusos e os Sisos, para expandir o conceito de democratização de acesso à cultura para pessoas com deficiência”, afirma Claudia que, à frente da Escola de Gente, mobilizou para que fosse instituída a lei do Dia Nacional do Teatro Acessível.

De acordo com a ONU, a população com deficiência, em sua maioria, vive em regiões mais empobrecidas do planeta, como é o caso do Brasil. E na pandemia, foram as pessoas mais excluídas do acesso às informações no mundo digital.

”Para enfrentar esta discriminação crescente, a Escola de Gente defendeu, durante a pandemia, que ‘informação acessível também é linha de frente’ e criou uma solução tecnológica integrada, por meio da qual realizou o primeiro espetáculo teatral plenamente acessível da internet brasileira, em 19 de setembro de 2020, e que foi considerada uma das ‘400 Melhores Práticas do Mundo’ pela ONU. É esta metodologia de realizar espetáculos online plenamente acessíveis que será divulgada amplamente por meio do ETA Festival”, diz Claudia.

Com patrocínio do Instituto Cultural Vale, por meio da Lei Federal de Incentivo à Cultura, o ETA é o primeiro festival online de teatro do Brasil com plena acessibilidade. Foram selecionados 24 Insquetes, cenas curtas assim batizadas no festival por serem esquetes inclusivos, que trazem para a cena temas da inclusão, etarismo, capacitismo, racismo e outros, no âmbito da diversidade e da interseccionalidade.

Ao longo dos quatro dias de apresentação, os INsquetes serão avaliados por uma banca de júri especializado e outra de júri popular e concorrerão em 8 categorias à premiação de 50 mil reais no total. São 10 prêmios no total para as duas melhores cenas, as duas melhores atuações, além de direção, conjunto visual, dramaturgia, trilha sonora, prêmio especial do júri e a seleção do júri popular com votação online no aplicativo Vem Cá de Cultura, Conhecimento e Conexão Acessíveis.

Os INsquetes finalistas em cada categoria serão conhecidos em 23/09 e no dia seguinte será aberta a votação para o júri popular com votação online através do aplicativo. Os INsquetes vencedores serão conhecidos no dia 21/10 em cerimônia transmitida pelo YouTube da Escola de Gente.

Serviço

ETA Festival – INsquetes de Teatro Acessível
Pós-festival
  • Divulgação dos Finalistas: 23 de setembro
  • Votação do Júri Popular: 24 de setembro a 1º de outubro
  • Premiação: 21 de outubro

Programação

19/09 (terça) – 20h
  • Agatha Preta – Coletivo BaobAfro
  • Doutor da Tristeza – Guilherme Macedo
  • Epitáfio – Álvaro Figueiredo
  • Griô, A Voz que ainda ecoa – Cia Teatral Arcádia
  • Mas tenho até amigos que são – Grupo Dois Pontos Travessão
  • Reunião com RH – Nós
20/09 (quarta) – 20h
  • Céu VYP – Talita Borges Vicari
  • Inveja Branca – Blabonga Cia Teatral
  • Oposto de Nítido: Pardo – Coletivo Café com Leite
  • Quem vê close, não vê corre! – Fabiano Campos
  • Sob a luz dos seus olhos – Circo do Rio Produções Artísticas LTDA
  • Sussurros da Escravidão – Madalena – Coletivo Allegro
21/09 (quinta) – 20h
  • Exploração não é colaboração – Dâmaris Grün
  • Mamãe – Grupo de Teatro Curupira Show
  • O único homem negro na sala – Allweart
  • Qual é o meu papel? – Grupo Akoma
  • Seja meus olhos – Coletivo Palco que Pariu
  • Vaga de Idoso – Luana Fernandez
22/09 (sexta) – 20h
  • A Carta de Anita – Patrícia Lopes
  • Diva no Divã – Millah Guerra
  • Excluídos Anônimos – Olívia de Oliveira
  • Griot – Cia Café Com Pão de Teatro
  • Há Vaga – Oton Araujo Duarte da Silva
  • Roémeu e Juédela – Elvis Martins da Silva

Categorias e premiações

  • Melhor INsquete (2 prêmios): R$ 7.000 cada
  • Melhor INsquete voto popular: R$ 7.000
  • Prêmio Especial do Júri: R$ 4.000
  • Melhor Direção: R$ 4.500
  • Melhor Dramaturgia: R$ 4.500
  • Melhor Atuação (2 prêmios): R$ 4.000 cada
  • Melhor Conjunto Visual (iluminação/fotografia, figurino, cenário e adereços): R$ 4.000
  • Melhor Trilha Sonora: R$ 4.000

Advertisement
Receba notícias no WhatsApp
entrar grupo whatsapp Festival de teatro acessível no RJ tem apresentações online e votação com júri popular
Advertisement
lapa dos mercadores 2024 Festival de teatro acessível no RJ tem apresentações online e votação com júri popular
Advertisement

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui