Festival do Rio começa nesta quinta-feira com 200 filmes e sessão ao ar livre na Praia de Copacabana

Produções premiadas em Cannes, Berlim, Veneza e Toronto estarão em cartaz em diversos pontos da cidade

Advertisement
Receba notícias no WhatsApp
Festival do Rio (Foto: Divulgação)

Tem início nesta quinta-feira (06/10) a nova edição do Festival do Rio. O evento, que ocorre até o próximo dia 15, terá quase 200 títulos nacionais e internacionais em sua programação.

O Festival do Rio terá alguns dos filmes mais esperados, comentados, raridades e estrangeiros exibidos nos principais festivais ao redor do mundo, além dos brasileiros que concorrem ao Troféu Redentor.

Entre as produções mais aguardadas estão ”Argentina 1985”, ”Noites de Paris” e ”My Policeman”. O festival destaca ainda  ”Grito de Horror”, ”Piggy” e ”O Menu”.

O diretor Breno Silveira, que faleceu em maio deste ano, também será homenageado com a exibição de Dois Filhos de Francisco.

Advertisement

Leia também

Pedro Paulo cada vez mais certo como vice de Eduardo Paes – Bastidores do Rio

10 coisas que só quem anda de ônibus no RJ vai entender

As sessões acontecem em diversos pontos da cidade como no Circuito Estação NET de Cinema, no Kinoplex São Luiz, e o retorno ao clássico Odeon – Centro Cultural Luiz Severiano Ribeiro, na Cinelândia. O público ainda ganha a volta do cinema ao ar livre na Praia de Copacabana.

Programação

A seleção internacional traz filmes de diretores consagrados como Amos Gitai (Uma Noite em Haifa/Laila in Haifa), Frederick Wiseman (Um Casal: Sophia e Tolstói/A Couple), Abel Ferrara (Padre Pio), Hong Sang Soo (Walk Up), Gianni Amelio (O Senhor das Formigas /Lord of the Ants), François Ozon (Peter von Kant/Peter von Kant), Lav Diaz (Quando Não Há Mais Ondas/When The Waves Are Gone) e Paul Schrader (O Contador de Cartas/The Card Counter).

Os aguardados Close (Close), de Lukas Dhont; Noites de Paris (The Passengers of the Night) de Mikhaël Hers, com Charlotte Gainsbourg; o concorrente da Argentina ao Oscar de Melhor Filme Internacional Argentina, 1985 (Argentina, 1985), de Santiago Mitre, com Ricardo Darín e Peter Lanzani; Sra. Harris Vai a Paris (Mrs. Harris Goes to Paris), de Anthony Fabian, com Isabelle Huppert; Call Jane (Call Jane), de Phyllis Nagy; Mali Twist (Mali Twist), de Robert Guédiguian; Dalíland: A Vida de Salvador Dalí (Daliland), da cultuada diretora de “American Psycho” Mary Harron ; e – acalmem as fãs – My Policeman (My Policeman), de Michael Grandage, com Harry Styles

Os premiados Broker, de Hirokazu Kore-eda (Melhor Ator para Song Kang-ho no Festival de Cannes 2022); Nanny (Nanny) de Nikyatu Jusu (Grande Prêmio do Júri no Festival de Sundance 2022); Holy Spider (Holy Spider) de Ali Abbasi, com Zar Amir Ebrahimi (Prêmio de Melhor Atriz no Festival de Cannes 2022); EO (EO) de Jerzy Skolimowski (Prêmio do Júri de Cannes 2022), com Sandra Drzymalska e Isabelle Huppert; Decisão de Partir (Decision to leave), de Park Chan-wook (Melhor Direção no Festival de Cannes 2022); e Revelando Muybridge (Exposing Muybridge), de Marc Shaffer (Melhor Roteiro Documental do Writers Guild of America 2022). Ainda se destacam o longa Raymond & Ray (Raymond & Ray), de Rodrigo García, que foi exibido em Toronto, e um retrato impressionante em Notre-Dame em Chamas (Notre-Dame on Fire), de Jean-Jacques Annaud. 

O Festival do Rio está uma festa para os amantes do terror, com uma seleção que mescla clássicos com filmes super aguardados: Piggy (Piggy), de Carlota Pereda; O Menu (The Menu) de Mark Mylod, com Ralph Fiennes; Halloween Ends (Halloween Ends), de David Gordon Green; Oldboy (Oldboy), de Park Chan-Wook; Grito de Horror (The Howling), de Joe Dante. 

Já para alegrar a todos, duas exibições especiais de clássicos da emoção: Priscilla, a Rainha do Deserto (The Adventures of Priscilla, Queen of the Desert), de Stephan Elliott e E.T.: O Extraterrestre (E.T.: The Extra-Terrestrial), de Steven Spielberg.

A música tem destaque no Festival do Rio, tanto na seleção nacional quanto na internacional, com Cesária Évora (Cesária Évora), de Ana Sofia Fonseca; e Hallelujah: Leonard Cohen, A Journey, A Song (Hallelujah: Leonard Cohen, A Journey, A Song), de Daniel Geller e Dayna Goldfine. Entre os perfis transformados em filmes, destaque para Jane Campion, A Mulher do Cinema (Jane Campion, The Cinema Woman), de Julie Bertuccelli, e Amando Patricia Highsmith (Loving Highsmith), de Eva Vitija.

A programação completa do Festival do Rio pode ser conferida aqui.

Advertisement
Receba notícias no WhatsApp
entrar grupo whatsapp Festival do Rio começa nesta quinta-feira com 200 filmes e sessão ao ar livre na Praia de Copacabana

Advertisement
lapa dos mercadores 2024 Festival do Rio começa nesta quinta-feira com 200 filmes e sessão ao ar livre na Praia de Copacabana
Advertisement

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui