File Rio 2009

Advertisement
Receba notícias no WhatsApp

 Por André Delacerda

Oi_futuro_logo_ltp_c_jpg O Rio mais uma vez na vanguarda da cultura nacional vai sediar com apoio da empresa carioca Oi, mas um evento voltado a estas mídias. Trata-se do FILE RIO 2009 – Festival Internacional de Linguagem Eletrônica, que em sua quarta edição no Rio de Janeiro,  vai acontecer no Oi Futuro, de 10 de março a 19 de abril de 2009, das 11h às 20h.

 

O festival tem como objetivo, buscar promover e estimular as expressões estéticas produzidas no cenário da cultura eletrônica e digital. Só para se ter idéia da importância deste festival que tem como sede o Rio, o FILE, é considerado o maior festival de arte e tecnologia do Brasil, e há dez anos vem inserindo o país no contexto mundial das novas mídias, realizando uma compilação de produções artísticas no campo das artes eletrônicas e digitais, e funcionando como um indicador da pluralidade dessas produções.

Advertisement

Leia também

Terminal Gentileza começa a operar para população; veja detalhes

Pedro Paulo cada vez mais certo como vice de Eduardo Paes – Bastidores do Rio

Participam desta 4a edição do FILE RIO trabalhos nas áreas de webart, inteligência artificial, móbile art, animação computadorizada, software art, instalações de arte eletrônica em salas interativas e imersivas, e ainda o File CD (Cinema Documenta) com trabalhos de artistas, filmes e vídeos-documentários digitais.

Quem quiser conhecer mais sobre o festival, e também se programar para assistir a diversidade de eventos que estarão inseridos no mesmo, disponibilizamos abaixo um pouco da programação:

 

FILE Instalações: Serão instalações onde o publico poderá interagir em espaços que misturam mídias eletrônicas e digitais, os destaques serão: Sheldon Brown – The Scalable City (EUA), Daan Brickman – Skinstrument (Holanda), Casilda Sanchez e Julio Obelleiro – The Viewer (Espanha), Jarbas Jacome – Crepúsculo dos Ídolos (Brasil) “Crepúsculo dos Ídolos, Clara Boj e Diego Diaz – Ar__Magic_System (Espanha), Hugues Bruyère – Presence [A.K.A Soft & Silky] (Canadá), Giselle Beiguelman e Mauricio FleurySuite para Mobile Tags – Movimento #1 (Brasil), Julio Obelleiro & Alberto García – The Magic Torch (Espanha) e Soraya Braz & Fabio Fon – Roaming (Brasil).

 

Haverá também o FILE CD (Cinema Documenta), idealizado para ser uma mostra audiovisual sobre temas que se relacionam direta e indiretamente com a cultura eletrônica. Já o FILE Symposium, acontece no Teatro do Oi Futuro, dias 10 e11 de março com o objetivo de criar um novo ponto de referência fora do eixo Europa/EUA, para discutir a cultura digital eletrônica em suas relações internacionais e ampliar o diálogo sobre a cultura digital em sua extensão interdisciplinar. OPerformances acontece nos dias 14 e 15 de março, também no Oi Futuro com a apresentação de duas performances inéditas no Rio: No sábado Sonocromática, uma performance visual e sonora que faz referência ao trabalho do artista brasileiro Abraham Palatinik. E no Domingo será a vez de Teia, uma performance sonora baseada na ideia de "captura", de uma simples captação de sons via microfones até o aprisionamento de uma imagem.

Advertisement
Receba notícias no WhatsApp
entrar grupo whatsapp File Rio 2009

Advertisement

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui