Filipi Gradim lança livro ‘Seu João’ neste domingo, na Cidade das Artes 

A história fala sobre Ernesto, que retorna ao Rio de Janeiro, ao lado da esposa Estelle, depois de vinte anos de exílio. O que o traz de volta é o enterro de João, o avô postiço que marcou sua vida nos tempos em que morou no morro da Serrinha

Advertisement
Receba notícias no WhatsApp
Foto: Divulgação

Às 15h deste domingo, 19/11, o escritor, ator e colunista do DIÁRIO DO RIO, Filipi Gradim lança o livro Seu João. O romance foi escrito em 2022 e sai pela editora Caravana Editorial, de Minas Gerais. 

A história fala sobre Ernesto, que retorna ao Rio de Janeiro, ao lado da esposa Estelle, depois de vinte anos de exílio. O que o traz de volta é o enterro de João, o avô postiço que marcou sua vida nos tempos em que morou no morro da Serrinha. A trama se passa em 1989, partindo do reencontro de Ernesto com o passado, com lugares e pessoas significativas. 

Filipi possui mais de vinte livros publicados, entre ensaios filosóficos e antologias de conto. Seu João é seu primeiro romance.

Sobre o livro 
Autor: Filipi Gradim  
Editora: Caravana Editorial (MG)
Gênero literário: Romance  
Ano: 2022
122 páginas  

Advertisement

SINOPSE  
Vindo de Paris, Ernesto retorna ao Rio de Janeiro, ao lado da esposa Estelle, depois de vinte anos de exílio. O que o traz de volta é o enterro de João, o avô postiço que marcou sua vida nos tempos em que morou no morro da Serrinha. A trama se passa em 1989, partindo do reencontro de Ernesto com o passado, com lugares e pessoas significativas. Durante o percurso narrativo, Ernesto é forçado a refletir sobre temas como a morte, o luto, a saudade e a felicidade, além de encarar conflitos internos e traumas familiares que foram deixados para trás em função das rupturas, mágoas e distanciamentos causados pela ditadura militar. Depois do enterro, através da prosa poética do amigo Jaime, Ernesto toma ciência da potência ancestral da Serrinha e do valor mítico e histórico de seu João e de tudo o que ele contribuiu para o mundo do samba, algo que se torna decisivo para o seu futuro.

MINIBIO
Brasileiro, carioca e imperiano. Doutor em Filosofia (UERJ). Ator. Pesquisador e escritor ficcionista. Colunista do Jornal Diário do Rio. Possui mais de vinte livros publicados, entre ensaios filosóficos e antologias de contos, entre eles: Sambo, logo penso (2015), pela Hexis (RJ); Filosofia e (na)danças (2017), pela 7Letras (RJ); El Hombre creó a Dios (2019), pela Reacia Edicciones (Chile); A música que me faz… (2019), pela Andross Editora (SP); Contos de Sala de Aula (2020), pela Oficina Raquel (RJ); O Dia depois de amanhã (2020) pela Álbum de Memórias (RJ); Conto Brasil vol.6 (2020), pela Editora Trevo (SP); O Canto dos Contos – verão (2020), pela Lura Editorial (SP); Noites arcanas (2020), pela Dríade Editora (SP); Além do sangue (2021), pela Sem Tinta (SP); Condenados (2021) e Palmares (2021), pela Cartola Editora (SP), Das telas às letras (2021), pela Álbum de Memórias (RJ); O cio da terra (2021) e Desconcerto para quatro vozes (2022), ambas publicadas na Amazon. Vencedor do Prêmio Strix de Literatura na categoria Melhor Conto (2023) e segundo colocado no Concurso de Relatos Breves da Universidad de Salamanca, na Espanha (2021).

Advertisement
Receba notícias no WhatsApp
entrar grupo whatsapp Filipi Gradim lança livro 'Seu João' neste domingo, na Cidade das Artes 
Advertisement

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui