Fiocruz aponta que hospitalização de bebês por desnutrição atinge pior nível dos últimos 13 anos

O estudo da Fundação mostra que em 2022, até 30 de agosto, a rede pública de saúde registrou mais de 2 mil internações

Advertisement
Receba notícias no WhatsApp
Foto: Divulgação/Fiocruz

Um levantamento do Observa Infância da Fiocruz aponta que a cada dia, oito bebês brasileiros, de até um ano de idade, são levados aos hospitais por desnutrição. O estudo, com base em dados do Ministério da Saúde de 2008 a 2021, apontaram que no ano passado, o Sistema Único de Saúde (SUS) registrou 2.979 hospitalizações de brasileirinhos durante o segundo ano da pandemia (2021). O número representa uma média de 113 internações a cada 100 mil nascimentos, o maior número absoluto dos últimos 13 anos.

Em 2022, até 30 de agosto, a rede pública de saúde registrou o total de 2.115 internações de bebês por desnutrição, o que eleva para 8,7 a taxa média de hospitalizações diárias – um aumento de 7% em comparação com 2021.

A pesquisa ainda mostra que bebês negros (pretos e pardos) respondem por dois de cada três internações por desnutrição registradas entre janeiro de 2018 e agosto de 2022 no sistema público de saúde. Para o cálculo, foram considerados apenas os casos em que há registro de raça/cor. Entre 2018 e 2021, o país registrou 13.202 hospitalizações por desnutrição entre menores de um ano. Destas, 5.246 foram de bebês pretos e pardos, mas falta informação sobre raça/cor em um de cada três registros.

Advertisement

Leia também

Balão é ‘abatido’ antes de cair no Aeroporto do Galeão

Terminal Gentileza começa a operar para população; veja detalhes

african child ge1e08ebd6 1920 Fiocruz aponta que hospitalização de bebês por desnutrição atinge pior nível dos últimos 13 anos
Imagem meramente ilustrativa – Foto:Pixabay

“Ainda precisamos melhorar muito a identificação por raça e cor nos nossos sistemas de informação, mas com os dados que temos é possível afirmar que temos uma proporção maior de crianças pretas e pardas internadas por desnutrição”, afirma Cristiano Boccolini, pesquisador do Instituto de Comunicação e Informação Científica e Tecnológica em Saúde (Icict/Fiocruz) e coordenador do Observa Infância.

Boccolini ressalta que, embora sejam mais graves no Nordeste, os dados são alarmantes em todo o Brasil e também no Rio de Janeiro. “É preciso ser mais eficiente em identificar e alcançar famílias com vulnerabilidade social”, afirma.

Taxa de hospitalização

Desde 2016, a taxa de hospitalização por desnutrição entre bebês menores de um ano vem subindo no Brasil, mas chegou à pior marca em 2021, com 113 internações para cada 100 mil nascidos vivos, um aumento de 51% em relação a 2011, quando o país registrou 75 hospitalizações de bebês para cada 100 mil nascidos vivos, a menor taxa do período analisado, considerando os anos completos (2009-2021).

Advertisement
Receba notícias no WhatsApp
entrar grupo whatsapp Fiocruz aponta que hospitalização de bebês por desnutrição atinge pior nível dos últimos 13 anos

Advertisement

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui