Fiscalização encontra bebidas sem procedência na boate The Home, antiga The Week, no Centro do Rio

Além disso, o espaço foi autuado e multado. O local ainda corre o risco de ser interditado em função de apresentar riscos estruturais aos frequentadores e aos imóveis vizinhos

Advertisement
Receba notícias no WhatsApp
Boate The Home (Foto: Reprodução Facebook)

Uma operação do Procon e da Subprefeitura do Centro do Rio na boate The Home, antiga The Week, identificou uma série de irregularidades de ordem sanitária e de estrutura no local, situado na Rua Sacadura Cabral. Entre as ilegalidades, diversas bebidas sem procedência foram descartadas pelas equipes de fiscalização. O local também pode representar riscos a seus frequentadores.

Além disso, os agentes acharam um armazenamento de 1000 ml de óleo diesel no terceiro andar da Casa Noturna, sem qualquer adesivo ou certificado de órgão competente. A água para consumo também estava sem certificado. A mesma era usada para fabricação de gelo.

A ação ainda flagrou um gerador de energia dentro de uma gaiola. Os agentes alertaram que, no caso de um eventual incêndio, o acesso para os bombeiros seria quase impossível. Também foi constatada a falta de extintores de incêndio, o que se apresenta como um grave risco em local onde há especial acúmulo de pessoas.

A ação concluiu que a casa oferece grande perigo aos frequentadores e aos imóveis ao seu redor. Uma multa, cujo valor não foi revelado será aplicada ao estabelecimento.

Advertisement

Leia também

Rio terá observatórios para estudos climáticos; 1º será no Complexo do Alemão

Balão é ‘abatido’ antes de cair no Aeroporto do Galeão

Confira abaixo a nota da The Home:

“A presente Nota tem como objetivo esclarecer e trazer a realidade dos fatos narrados na matéria veiculada pelo site “Diário do Rio” no dia 12/03/2023. A Subprefeitura do Centro do Rio de Janeiro, em ação conjunta com outros órgãos, realizou fiscalização nas instalações da THE HOME, na Rua Sacadura Cabral, n° 135, no último dia 10/03/2023.

Ocorre que, em nenhum momento existiu fiscalização sobre a estrutura do edifício, uma vez que os órgãos fiscalizadores presentes na ocasião sequer possuíam a expertise e poderes para tal, tão pouco existiu qualquer tipo de alerta ou autuação sobre armazenamento de óleo diesel.

Foram recolhidos apenas e exclusivamente: 1 kg de amido de milho, 2,9 litros de azeite, 0,5 litros de melado, 8 litros de batida pois estavam sem identificação, insumos estes eram utilizados exclusivamente por funcionários. No mais, a fiscalização realizou orientações gerais sobre a retirada de materiais existentes no sótão, como pedaços de pano e madeira, utilizados para algumas apresentações, bem como a apresentação de comprovante de limpeza da Caixa D’água, que será devidamente enviado ao órgão.

Importante salientar que no mesmo dia ocorreram, de forma normal e sem nenhuma ocorrência, dois eventos que já estavam planejados, não existindo nenhuma orientação de fechamento ou autuação de órgão competente para tal.

A THE HOME possui TODAS as licenças necessárias para suas operações, bem como Certificado de Aprovação do Corpo de Bombeiros, que somente foi expedido após vasta vistoria no local e amplo processo administrativo, além do necessário Alvará do estabelecimento, outorgado pela Prefeitura do Rio de Janeiro.

Por fim, a THE HOME reforça que não existe qualquer risco aos seus usuários, uma vez que atende a todas as exigências legais e franqueia suas instalações aos órgãos fiscalizadores”.

Advertisement
Receba notícias no WhatsApp
entrar grupo whatsapp Fiscalização encontra bebidas sem procedência na boate The Home, antiga The Week, no Centro do Rio

Advertisement

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui