Flamengo avalia Terra Encantada como possível local para estádio; subprefeito nega possibilidade

Obstáculos nas negociações para adquirir um terreno na região do Gasômetro, levou o clube a considerar alternativas para a construção de um novo estádio

Advertisement
Receba notícias no WhatsApp

O Flamengo está enfrentando obstáculos nas negociações com a Caixa Econômica Federal para adquirir um terreno na região do Gasômetro, na área central do Rio, levando o clube a considerar alternativas para a construção de um novo estádio. Uma dessas opções é o terreno da antiga Terra Encantada, localizado na Barra da Tijuca, e atualmente pertencente às construtoras Queiroz Galvão e RJZ Cyrela.

A Terra Encantada foi um parque de diversões que operou durante 12 anos na cidade do Rio de Janeiro, administrado pela empresa Parques Temáticos S.A. Inaugurado em 1998, o parque foi projetado para ser um dos mais modernos do Brasil. No entanto, após uma série de acidentes em seus brinquedos, foi fechado em 2010.

img 6337 1 Flamengo avalia Terra Encantada como possível local para estádio; subprefeito nega possibilidade
Foto: Reprodução/Google Maps

Com o parque abandonado desde o fechamento, o terreno foi vendido em 2013 para as empresas Queiroz Galvão e Cyrela por cerca de R$ 1,5 bilhão. Os brinquedos começaram a ser desmontados em 2015 e o parque foi completamente demolido em 2016.

Apesar do presidente Rodolfo Landim ter mencionado que nenhum outro terreno oferece a mesma localização privilegiada do Gasômetro, ele destacou que o clube tem duas opções de terreno, sendo uma delas possivelmente o da Terra Encantada. O Flamengo já estreitou relações comerciais com a RJZ Cyrela nos últimos anos, o que poderia facilitar as negociações.

Advertisement

Desde 2017, quando o clube sondou o terreno da Terra Encantada pela primeira vez, sua situação econômica mudou drasticamente, com um aumento significativo em patrimônio líquido, receita e superávit. Isso permite ao clube considerar opções que antes seriam vistas como impossíveis, como a aquisição deste terreno.

O terreno da Terra Encantada é consideravelmente maior que o do Gasômetro, o que teoricamente permitiria a construção de um estádio maior. No entanto, a viabilidade desse projeto depende da aprovação das autoridades de tráfego.

O presidente Rodolfo Landim tem como meta concluir a negociação para a compra de um terreno para o estádio ainda este ano. Ele defende a criação de uma Sociedade Anônima de Futebol (SAF) para financiar a construção do estádio, mas essa discussão só deve ocorrer após a aquisição do terreno. Além da Terra Encantada, o Flamengo está estudando outras possibilidades de localização, como em Deodoro, outra área usada nos Jogos Olímpicos do Rio.

Apesar dos planos do Flamengo, o subprefeito da região, Raphael Lima, rejeitou a ideia de o clube ter sua própria arena esportiva, considerando-a inviável e especulativa. Problemas com a mobilidade-urbana do bairro, falta de opções de transportes públicos e a distância de outras regiões do Rio são empecilhos levantados no momento.

Advertisement
Receba notícias no WhatsApp
entrar grupo whatsapp Flamengo avalia Terra Encantada como possível local para estádio; subprefeito nega possibilidade
Advertisement

11 COMENTÁRIOS

  1. A URUBUZADA quer por que quer ter o seu estadio para que infernizar a vida dos outros pois quando perder qualquer jogo no novo centro de diversão vão querer que o munícipio parque os estragos que eles próprios fizeram. Vai fazer esse estadio em Nova iguaçu , Duque d e caxias ou em Belford Roxo lá sim são os locais ideal para isso .

  2. Constrói em Magé, pôrra, lá tem muita área boa e ajuda na economia de uma cidade Pobre. Rj tá entulhado de todo tipo de entulho, Urubu do caralho!

  3. Eu mesmo não sendo torcedor do Urubu apoio a construção do estádio do Urubu.
    Como a torcida do Urubu só tem vândalos, é certo que esse futuro estádio estará todo quebrado e com prejuízos financeiros devido aos quebra-quebra que a torcida do Urubu vai promover assim que o Urubu perder uma final ou algum jogo importante no novo estádio.
    Só não venha depois a diretoria do Urubu querer que os prejuízos sejam pagos com o dinheiro dos contribuintes, a maioria nem Urubu são, já que os futuros estragos serão feitos pelos torcedores do Urubu, com a desculpa que o estádio do Urubu “é patrimônio nacional” e outros bla bla blas.

  4. Curioso caso que o problema da falta de transporte e o trânsito são culpa do flamengo e não da prefeitura que deveria investir e incentivar a melhoria da infraestrutura no local favorecendo a criação de renda e emprego ali. Será que se o prefeito fosse torcedor haveriam essas mesmas justificativas?

    • Ali já tem emprego e renda,daí o transito infernal-. não dá para fazer milagre…..coloca em Deodoro então….lá tem mais gente precisando de
      emprego!!

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui