Foto: Divulgação

O Fórum CB27, que reúne as secretarias de meio ambiente das 26 capitais brasileiras e Distrito Federal para ações coordenadas e avanço em agendas ambientais de vanguarda, realiza seu XXII Encontro Nacional no Rio de Janeiro, nos dias 21 a 22 de outubro. Com o objetivo central de promover um debate qualificado acerca dos desafios e instrumentos da defesa ambiental e o papel fundamental dos municípios e seus órgãos para a preservação e combate aos prejuízos ambientais, o encontro “Defesa Ambiental – Desafios e Instrumentos” acontece no Hotel Hilton (Copacabana), fechado e exclusivo aos participantes, e no Museu do Amanhã (Centro), aberto à imprensa.

Além de secretários(as) de meio ambiente, participarão mandatários e gestores públicos envolvidos com a temática, representantes do ICLEI América do Sul, Fundação Konrad Adenauer, Climate Reality Project e Columbia Global Centers. A ocasião promoverá o compartilhamento de boas práticas e experiências exitosas de cidades brasileiras diante da temática, com uma apresentação mais aprofundada do caso do Rio de Janeiro, cidade-anfitriã do encontro.

Eduardo Cavaliere, secretário de Meio Ambiente do Rio de Janeiro e Coordenador Nacional do Fórum CB27 destaca o caráter único do encontro, às vésperas da 26ª Conferência das Partes da Convenção-Quadro das Nações Unidas sobre a Mudança do Clima (COP 26), na Escócia:

“Do Rio Branco aoRio de Janeiro, a agenda climática deve começar pela defesa dura do Meio Ambiente. Nossas áreas verdes são um seguro climático. As capitais brasileiras, com seus mais de 50 milhões de habitantes, encontram no CB27 um espaço amplo para fortalecimento de políticas públicas locais com ambição global. A poucos dias da COP 26, que acontecerá em Glasgow, o Rio está de braços abertos para a cooperação com as cidades do Brasil, e do mundo”.

Durante o encontro, serão apresentadas temas como: “Defesa Ambiental: fiscalização e operações especiais”, “Meio Ambiente na pauta do Congresso Nacional”, “Defesa Ambiental: fiscalização e operações especiais” e outros.

Anja Czymmeck, Diretora da Fundação Konrad Adenauer no Brasil, comenta a importância do Fórum CB27 na integração de ações e como a iniciativa das cidades tem um impacto multiplicador nas medidas necessárias para a proteção ambiental e climática:

“Em última análise, a capacidade de regenerar um ecossistema degradado estádiretamente associada ao fortalecimento dos vínculos econômicos, sociais e ambientais no processo de ocupação do território. Por isso é tão necessário a defesa e educação ambiental no âmbito local. Este encontro é uma possibilidade das secretarias se fortalecerem para uma defesa mais contundente, extremamente importante para a emergência da proteção ambiental, que se eleva com os eventos climáticos extremos que vivenciamos hoje, e que serão ainda piores no futuro, não muito distante”.

Com a iniciativa, o Fórum CB27 espera contribuir para o amadurecimento da agenda sustentável a nível local, expandindo as capacidades das partes interessadas e conectando atores para identificação de desafios e oportunidades.

“O encontro do CB27 é uma importante oportunidade para pautarmos o momento de descalabro ambiental no Brasil, justamente quando se inicia a Década da Restauração da ONU. O abandono da defesa dura desaguou na maior devastação na Amazônia brasileira desde 2008: 11.088 km² entre agosto de 2019 e julho de 2020”, ressalta Rodrigo Corradi, secretário executivo adjunto do ICLEI América do Sul.

Serviço

Coletiva de imprensa
Data: 22 de outubro de 2021 (sexta-feira)
Horário: 11h
Local: Observatório do Amanhã, no Museu do Amanhã, Praça Mauá 1, Centro, Rio de Janeiro.
Capacidade: 15 (imprensa)
Inscrições: comunicacao.smac@gmail.com

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui