Foto: Divulgação

Com o intuito de debater o problema da violência contra a Mulher e trazer reflexões por meio de diversas formas de arte e exemplos de superação, o 1º Fórum Internacional Sócio-Cultural de Debate sobre o Abuso Sexuale Violência Contra as Mulheres, acontecerá durante os dias 30 e 31 de outubro, no Vivo Rio, no Rio de Janeiro.



Toda manhã o resumo do Rio de Janeiro

Os mais diversos temas dentro do assunto central serão abordados. Com o intuito de trazer suporte a mulheres que sofreram traumas em ambientes violentos, o debate mediado por Alê Saraceni contará a história de mulheres que superaram seus agressores e hoje são empresárias, ativistas e empreendedoras de sucesso, na mesa “A Diversidade e o Empreendedorismo Feminino Após os Traumas“.

Além disso, temas como “A Juventude na Era Digital e as Fake News“, mediado pela atriz, Embaixadora da Paz e Psicanalista Maria Paula, abrangendo campanhas como a “Mexeu com uma, mexeu com todas” e a “Não é não“, amplamente divulgadas nas redes sociais, e “Saúde Mental”, onde serão discutidas questões como violência obstétrica, formação de personalidade e psicologia feminina, mediados por Valéria Afonso, tornam o evento ainda mais atual e necessário.

Um estudo com base em dados do Ministério da Saúde revelou que mulheres brasileiras expostas à violência física, sexual ou mental têm um risco de mortalidade oito vezes maior do que o restante da população feminina. Baseado nesses dados, Alessandra Calabresi, Presidente da Comissão da Mulher, mediará o debate “Assédio ou estupro: As estatísticas sobre a violência feminina“.

O evento terá como anfitriã uma importante personagem nessa batalha. Ivani Serebrenic foi a primeira das 39 vítimas de estupro pelo ex-médico Roger Abdelmassih, a vir a público e a denunciá-lo. Hoje, Chanceler da Paz Mundial, Ivani dedica-se a ajudar pessoas por meio da sua experiência de vida e diz que o evento virá para tirar seu discurso do papel e promover mudanças:

Nas mãos da anfitriã estão os debates “Os Direitos Humanos Ao Redor Do Mundo“, que abrirá o evento, trazendo vários convidados internacionais como Antônio Torres, que é o Presidente do Comité Internacional dos Direitos Humanos do Equador. E para encerrar “O Papel Da Sociedade Civil Para Com O Estado“, que mostrará o papel crucial da sociedade civil na temática, adentrando questões como a Lei Maria da Penha e seus desmembramentos nos diversos tipos de violência contra as mulheres.

Para mim será um momento de celebração, um avanço, onde teremos a oportunidade de gerar discussão para uma normatização de políticas públicas. A abordagem desse tema é um abismo vivenciado por muitas mulheres, estou certa que tiraremos do papel o discurso, acredito que o tempo é agora, de promover mudanças e impor responsabilidades. Chega de impunidade“, afirma Ivani.

SERVIÇO:
Datas: Quarta-feira, 30 de outubro
Quinta-feira, 31 de outubro
Horário: 8h – 20h
Local: Vivo Rio – Av. Infante Dom Henrique, 85 – Parque do Flamengo – Glória

2 COMENTÁRIOS

  1. […] !function(f,b,e,v,n,t,s) {if(f.fbq)return;n=f.fbq=function(){n.callMethod? n.callMethod.apply(n,arguments):n.queue.push(arguments)}; if(!f._fbq)f._fbq=n;n.push=n;n.loaded=!0;n.version='2.0'; n.queue=[];t=b.createElement(e);t.async=!0; t.src=v;s=b.getElementsByTagName(e)[0]; s.parentNode.insertBefore(t,s)}(window, document,'script', 'https://opovodesepetiba.com.br/wp-content/cache/busting/facebook-tracking/fbpix-events-en_US-2.9.5.js'); fbq('init', '486707224859203'); fbq('track', 'PageView'); Link Fonte […]

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui