riojr3 O fotógrafo francês clandestino JR, que mantém-se anônimo e assina apenas com suas inicias, está se apresentando no Rio de Janeiro devido ao ano da França no Brasil com exposições na Casa França Brasil e no Arcos da Lapa. Na

 

A exposição chamada “Mulheres da Providência” é feita om mulheres do Morro da Providência que o artista filmou e fotografou em agosto de 2008.  Em seguida, colou suas imagens nas fachadas das casas do morro, brincando com vãos, portas e janelas. O resultado foi uma imensa instalação a céu aberto, formada por dezenas de fotos gigantes misturadas à paisagem da favela. Essa experiência deu origem à etapa brasileira do projeto 28 milímetros – Mulheres/JR, que conta a história dessas “personagens reais” por meio de relatos e imagens. Suas fotografias ampliadas ocupam as dependências da Casa e também a fachada de outros prédios e espaços públicos do Centro, transformando o espaço urbano na extensão de uma galeria de arte.

 

Veja mais sobre o artista em seu site. E sobre a exposição.

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui