Frente Parlamentar busca soluções para déficit de agentes penitenciários no RJ

A Secretaria de Administração Penitenciária conta atualmente com aproximadamente cinco mil agentes, enquanto o ideal seriam sete mil

Advertisement
Receba notícias no WhatsApp
Foto: Reprodução

A Frente Parlamentar de Enfrentamento das Questões do Sistema Prisional, da Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro (ALERJ), realizou nesta última quarta-feira (28/02) uma discussão sobre a escassez de agentes penitenciários no Estado. Segundo o deputado Danniel Librelon (REP), que coordena o grupo, há um déficit de cerca de dois mil servidores nesse setor.

Librelon observou que a Secretaria de Administração Penitenciária (SEAP) conta atualmente com aproximadamente cinco mil agentes, enquanto o ideal seriam sete mil. O coordenador da frente anunciou a apresentação de uma Indicação Legislativa ao Governo do Estado, sugerindo a realização de um concurso público para cobrir essa lacuna.

“Vamos apresentar essa Indicação porque reconhecemos a necessidade de mais policiais penais em nosso estado. Há grandes desafios no desenvolvimento técnico e na garantia dos direitos dos detentos. Estamos dedicados a este tema e esta Indicação busca valorizar os profissionais e oferecer oportunidades para aqueles que desejam ingressar na SEAP”, afirmou o parlamentar.

Além disso, Librelon anunciou que o grupo discutirá a viabilidade de propor um Plano de Carreiras, Cargos e Salários (PCCS) para os policiais penais. “Os profissionais têm demandado isso de forma enfática. É um direito que está defasado. O policial penal está sobrecarregado e há uma falta de reconhecimento que precisa ser corrigida”, acrescentou.

Advertisement
Advertisement
Receba notícias no WhatsApp
entrar grupo whatsapp Frente Parlamentar busca soluções para déficit de agentes penitenciários no RJ
Advertisement

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui