Funcionária da Renner de Madureira acusa mulher negra de furto

Pessoas que presenciaram a situação disseram que a trabalhadora exigiu que ela tirasse “tudo que tá dentro da bolsa"

Foto: Reprodução/Redes Sociais

Na tarde do último sábado (12/11), uma mulher negra relatou que, enquanto experimentava roupas no provador de uma loja Renner, em um shopping de Madureira, foi vítima de racismo por parte de uma funcionária que a abordou. Um vídeo que viralizou no último sábado, publicado nas redes sociais pela prima da cliente, mostra o momento em que ela e outras mulheres discutem com funcionária.

Minha prima estava no provador da Renner quando, de repente, entrou uma funcionária a coagindo, a empurrando na parede, mandando tirar tudo o que ela ‘pegou‘, afirmou a publicação.

Pessoas que presenciaram a situação disseram que a trabalhadora exigiu que ela tirasse “tudo que tá dentro da bolsa”. “Começamos a fazer barulho e a gerente branca falou que não precisava disso porque era uma coisa mínima. Minha prima em prantos, e em momento nenhum ouvimos um pedido de desculpa“, disse a prima da cliente em outra postagem.

A Renner se pronunciou com a seguinte nota: “A abordagem realizada foi totalmente inadequada e não está alinhada aos valores da Lojas Renner, por isso a colaboradora responsável já não faz mais parte do quadro de colaboradores da companhia”, disse a empresa na nota. Lamentamos profundamente o ocorrido e daremos apoio à cliente, nos colocando à sua disposição.”

Advertisement

2 COMENTÁRIOS

  1. Na verdade quem saiu na pior foi a colaboradora da Renner , que perdeu o emprego numa ocasião boa e ainda vai responder judicialmente por racismo . Da proxima vez vai pensar duas vezez antes de cometer tal ato isso e se houver outra vez

  2. A cliente deveria ter se recusado a mostrar a bolsa à funcionária e pedir para esta chamar a polícia, para então exibir o conteúdo da bolsa frente ao policial e configurar oficialmente o crime de racismo cometido.

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui