Funcionária do Assaí Tijuca se urina no caixa por não receber dispensa para ir ao banheiro

Esta não é a primeira ocorrência do tipo na rede. Funcionários de uma unidade da Barra teriam passado pelas mesmas dificuldades

Assaí Atacadista na Tijuca, Zona Norte da cidade / Reprodução: Redes Sociais

O Supermercado Assaí, na Tijuca, Zona Norte do Rio, foi palco de uma situação vergonhosa. Uma caixa da unidade se urinou após ter solicitado reiteradamente autorização aos fiscais do turno para ir ao banheiro. O caso, que aconteceu no dia 3/12, está sendo investigado pelo Sindicato dos Comerciários no Rio de Janeiro.

De acordo com a BandNewsFM, a funcionária teria começado a sua jornada de trabalho às 7h da manhã. Às 9 horas, a comerciária acendeu a luz que sinaliza o pedido de rendição por um colega para ir ao banheiro. A fiscal do turno teria dito a ela para aguardar e continuar o trabalho. 

Às 10h, a operadora de caixa começou a acender a luz de 15 em 15 minutos, tendo recebido o mesmo retorno: aguardar. 

O limite da situação deu-se, no momento que a funcionária passava as compras de uma cliente, quando não mais aguentou e se urinou.

A funcionária, que tem 69 anos e trabalha da rede há 10, afirmou ao RJTV, da TV Globo, que a pressão dentro do estabelecimento está intensa, e os funcionários não estão tendo “paz no trabalho.”

“Eu chamo mais uma vez, veio mais um outro fiscal e fala a mesma coisa: ‘tem que aguardar’. Lá fiquei eu. Quando foi 10h, não teve mais como segurar. Eu simplesmente me urinei todinha no caixa. Passando a compra do cliente. É uma humilhação. A pessoa não ter o direito de fazer uma necessidade básica do corpo? Eu adoro o que eu faço. Eu amo o meu trabalho. Mas o que está acontecendo lá é que está tendo uma pressão muito grande e a gente não tá conseguindo paz no trabalho”, disse a funcionária ao RJTV.

O momento teria sido filmado por uma cliente que estava sendo atendida no momento que o fato ocorreu. “O que aconteceu? Que o xixi saiu todinho. Estou desde as 9h pedindo para ir o banheiro. Me ‘mijei’ todinha, pode olhar. Filma aqui. Pode filmar aqui o chão, para ver”, disse a comerciária no vídeo, segundo reportou a TV Globo.

De acordo com o Sindicato dos Comerciários esta não é a primeira ocorrência do tipo na rede. Funcionários de em uma unidade da Barra da Tijuca, na Zona Oeste da cidade, também teriam passado pela mesma dificuldade, no mês de julho.

Em nota, o Supermercado Assaí comunicou que mantém um protocolo para a saída de funcionários dos caixas de pagamento para pausas. A instituição frisou que qualquer desrespeito cometido é investigado e imediatamente corrigido. O Assaí comunicou ainda que está apurando o que aconteceu para tomar as providências cabíveis.

Leia a nota do Assaí na íntegra:

“A companhia mantém um processo para a saída de funcionários dos caixas de pagamento para pausas e, qualquer desrespeito, é averiguado e imediatamente corrigido. Todas as lojas trabalham com uma equipe de escala, onde fiscais revezam com os(as) colaboradores(as) que desejam realizar pausas durante o expediente. Sobre o vídeo, a loja reforçou aos(as) colaboradores(as) quanto a esse procedimento e está apurando o ocorrido para tomar as providências adicionais. Sobre a questão relativa ao descanso na loja Barra da Tijuca, a empresa reforça que todo o time da loja possui intervalo ao longo do expediente, conforme exige a legislação trabalhista, e que está apurando com a unidade a informação.”

As informações são do jornal O Globo e da BandNewsFM.

Advertisement

2 COMENTÁRIOS

  1. uma situação dessas deveria representar uma conduta “esperada” lá no seculo 20, não hoje. sempre ocorrem exageros por parte de funcionários em cargos administrativos, que comprometem o nome da empresa. creio que a partir desta lamentável ocorrência, tomem-se medidas educativas para que o fato não mais se repita.

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui