Um despacho do governador Cláudio Castro, do dia 11 de junho, autorizou a transferência da concessão do Metrô do Rio para o fundo árabe Mubadala. Dessa forma, o fundo assumirá no lugar da Invepar. A informação é do “Blog do Ancelmo Gois”, do “O Globo”.

Em setembro o fundo Mubadala e a Farallon ajudaram na reestruturação dos R$ 2.5 bilhões de dívidas da Invepar. Ficou decidido, na época, que a Invepar iria abrir mão da concessão do metrô e da Linha Amarela. No entanto, no caso da Linha Amarela, é preciso que haja a autorização da Prefeitura do Rio e do STF, onde o caso foi parar depois que o ex-prefeito Crivella chegou a encampar a via.

A Invepar, que passa a focar no Aeroporto de Guarulhos, entrou em crise com os problemas da OAS que teve que deixar a sociedade, depois da Lava Jato, nas mãos de um grupo de fundos de pensão.

O DIÁRIO DO RIO entrou em contato com o MetrôRio para falar sobre a mudança, mas eles não quiseram comentar o assunto.

1 COMENTÁRIO

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui