Sergio Cabral A última das eleições 2010 seria a pressão que o governador Sergio Cabral (PMDB) estaria fazendo em Lula (PT) para que fizesse o Garotinho (PR) desistir de sua pré-candidatura ao governo do estado do Rio. O PR que faz parte da base de Lula faria Garotinho desistir no Rio em troca da desistência da candidatura do PMDB em Amazonas.

 

A posição recente de Cabral pode se dever a pesquisas e entrada de Gabeira (PV) na disputa, esse tira votos na capital e Garotinho no interior e a uma recente visita de Dilma Rousseff (PT) candidata a presidente ao ex-governador. Tal fato poderia tirar o discurso de que é o candidato de Lula e da Dilma no Rio, apesar desta estar atrás de Serra em pesquisas.

Cabral que já conseguiu tirar Lindbergh (PT), o prefeito de Nova Iguaçu até parou de atualizar seu Twitter com criticas ao governador, planeja ter uma eleição sem opositor. Pelo discurso em seu site e blog Garotinho não parece que vai desistir, muito menos apoiar Cabral. Mas até aí Lindbergh também parecia que não.

 

A diferença que colocaria aqui é que Garotinho vai com ódio no olhar, Cabral foi eleito por ele (se não fosse por seu apoio no interior e na Baixada, Denise Frossard teria levado o governo, tenho ganho na capital e Niterói) e o traiu no primeiro dia. Tem coisa que não se esquece e para Dilma um palanque duplo no Rio pode ser muito interessante.

 

As eleições prometem.

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui