GOL define malha aérea para 2024 no Rio e aumentará em 100% oferta de voos no Galeão

A GOL Linhas Aéreas definiu toda a malha aérea para os aeroportos do RIOgaleão (GIG) e Santos Dumont (SDU) para o primeiro trimestre de 2024, válidas a partir de 15 de janeiro.  

Advertisement
Receba notícias no WhatsApp
Foto: Divulgação

A GOL Linhas Aéreas definiu toda a malha aérea para os aeroportos do RIOgaleão (GIG) e Santos Dumont (SDU) para o primeiro trimestre de 2024, válidas a partir de 15 de janeiro.  

A nova oferta confirma a presença superior da GOL no mercado carioca, se mantendo como a Companhia com o maior número de pousos e decolagens no aeroporto do RIOgaleão, onde aumentará sua oferta em até 100% na comparação a outubro, atingindo mais de 60 decolagens em dias de pico, o maior número entre todas as companhias brasileiras. 

Durante o primeiro trimestre, a GOL terá mais de 500 decolagens semanais na cidade do Rio de Janeiro, com 330 no RIOgaleão e 170 no Santos Dumont, cuja operação será dedicada exclusivamente à ponte aérea com o aeroporto de Congonhas (CGH), em São Paulo, e com o aeroporto de Brasília (BSB), atendido com três voos diários a partir de 15 de janeiro. Tanto a capital federal como o aeroporto paulistano também serão atendidos com voos para o Galeão. Serão 18 voos semanais entre CGH e GIG e 31 entre BSB e GIG. 

As cidades brasileiras que serão conectadas pela GOL com o Rio de Janeiro exclusivamente por meio do RIOgaleão são Aracaju (AJU), Belém (BEL), Belo Horizonte/Confins (CNF), Campinas (VCP), Caxias do Sul (CXJ), Curitiba (CWB), Florianópolis (FLN), Fortaleza (FOR), Foz do Iguaçu (IGU), Guarulhos (GRU), João Pessoa (JPA), Maceió (MCZ), Manaus (MAO), Natal (NAT), Navegantes (NVT), Porto Alegre (POA), Porto Seguro (BPS), Recife (REC), Salvador (SSA) e Vitória (VIX). 

Advertisement

Leia também

Conheça seis motivos para investir em uma pós-graduação

Aeroporto Santos Dumont pode ser fechado durante o G20, em novembro

Para rotas internacionais, estão mantidos os voos regulares para Buenos Aires (EZE), Córdoba (COR) e Rosário (ROS), na Argentina, além da conectividade com as parceiras estratégicas Air France-KLM, Avianca e American Airlines.

Durante a alta temporada de verão, a Companhia terá até 65 decolagens diárias em GIG, oferecendo mais de 700 mil assentos no aeroporto, sua maior oferta desde janeiro de 2020. O mercado carioca, somando ao Santos Dumont, terá até 90 decolagens diárias no primeiro mês de 2024. Ao todo, a GOL terá 28 destinos brasileiros atendidos no RIOgaleão, além de cinco mercados internacionais, considerando a operação sazonal para o verão.

O Rio está cada vez mais laranja e a GOL planejou sua nova oferta para manter as melhores opções de voos para o público do Rio de Janeiro. A nova malha aérea amplia ainda a conectividade do Brasil para o exterior através do RIOgaleão e contribui para o crescimento do turismo do País, da cidade maravilhosa, bem como de toda a economia do Estado”, disse Rafael Araújo, diretor de Planejamento da GOL. 

Companhia Aérea mais amada pelos cariocas em premiação da Revista Veja, além de ser a primeira também pelo Marcas Cariocas, do jornal O Globo, a GOL conta no RIOgaleão com os recém-lançados Lounges GOL Smiles Nacional e Internacional, localizados no Terminal 2, que oferecem uma nova experiência aos Clientes, incluindo uma gastronomia com sabores regionais brasileiros.

Advertisement
Receba notícias no WhatsApp
entrar grupo whatsapp GOL define malha aérea para 2024 no Rio e aumentará em 100% oferta de voos no Galeão

Advertisement

2 COMENTÁRIOS

  1. Qual a lógica de ter voos de/para Brasília em SDU e, pelo que está na notícia, nenhum voo de/para Brasília em GIG? Vê-se, pela malha da Gol, que ela transferiu para GIG todos os voos para aeroportos internacionais e todos os voos para aeroportos localizados a mais de 400 km do Rio de Janeiro (com a exceção de Brasília, que está a muito mais de 400 km e é internacional), que era a regra que o governo federal havia estipulado inicialmente. Como não há coerência em manter Brasília em SDU, não vou me surpreender se, futuramente, a Gol e as demais cias. aéreas começarem a voltar seus voos para SDU, que é um aeroporto com localização maravilhosa e de acesso rápido e seguro. Tudo pressão dos políticos de Brasília. O lobby deles funcionou.

    • amigo todas as três companhia mantiveram Brasília, pois a nova regra não é por distancia e sim por limite passageiros no santos Dumont. as companhias deram prioridade a ponte aérea Congonhas x santos Dumont. ou seja o santos Dummont terá menos da metade de voos que tinha antes para brasilia. a grande massa de voos foi toda transferida para o tom jobin.

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui