Golpistas se passam por recenseadores do IBGE e tentam coletar dados pessoais no Rio de Janeiro

Os criminosos se apresentam como recenseadores devidamente uniformizados, com o objetivo de conduzir falsas pesquisas para obter informações pessoais das vítimas

Advertisement
Receba notícias no WhatsApp
Censo é organizado pelo IBGE - Foto: Reprodução/Internet

O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) emitiu um alerta à população carioca sobre uma onda de golpes envolvendo indivíduos que se fazem passar por funcionários do órgão. Os criminosos se apresentam como recenseadores devidamente uniformizados, com o objetivo de conduzir falsas pesquisas para obter informações pessoais das vítimas. A denúncia é do Bom Dia Rio da TV Globo.

É importante ressaltar que a etapa de coleta de dados do Censo Demográfico 2022 foi concluída no final de maio. No entanto, funcionários do IBGE continuam trabalhando na Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (PNAD), que visa coletar informações para monitorar a evolução socioeconômica da população brasileira. E além disso, em outubro, está programada a realização da Pesquisa Nacional de Demografia e Saúde (PNDS).

O IBGE aconselha a todos que, antes de receber um agente de pesquisas, verifiquem a identidade do profissional por meio dos canais de atendimento oficiais. Essa medida visa garantir a segurança do informante e fornecer credibilidade ao trabalho do órgão. É importante observar também se o servidor está equipado com um dispositivo móvel de coleta, pois todas as entrevistas são conduzidas eletronicamente, sem uso de questionários em papel.

A reportagem do Bom Dia Rio conta que, até o momento, o IBGE não recebeu denúncias formais sobre possíveis golpes, mas, em caso de dúvida, é crucial entrar em contato diretamente com o órgão.

Advertisement

Para Confirmar a Identidade dos Funcionários do IBGE:

  1. Acesse o site respondendo.ibge.gov.br.
  2. Insira o número da matrícula presente no crachá do funcionário.
  3. Se o indivíduo não estiver com o crachá, é possível consultar pelo CPF ou pelo RG.
  4. Outra opção para verificar a autenticidade da visita é ligar, gratuitamente, para o telefone: 0800 721 8181.

Advertisement
Receba notícias no WhatsApp
entrar grupo whatsapp Golpistas se passam por recenseadores do IBGE e tentam coletar dados pessoais no Rio de Janeiro
Advertisement

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui