Governador cria comitê de combate aos crimes financeiros e entrega 218 viaturas semiblindadas à Polícia Militar

Acordo de cooperação técnica com Ministério da Justiça é inédito no Brasil e um pilar na força-tarefa contra crimes financeiros e lavagem de dinheiro

O Governo do Rio, em parceria com o Governo Federal, formalizou nesta quarta-feira (08/11), no Palácio Guanabara, a constituição do Comitê de Inteligência Financeira e Recuperação de Ativos (Cifra). O acordo de cooperação técnica, inédito no Brasil, atuará como um pilar na força-tarefa instaurada para combater crimes financeiros e lavagem de dinheiro, asfixiando o tráfico e as milícias no Rio de Janeiro.

Além da formalização do Cifra, também foram entregues 218 novas viaturas semiblindadas à Polícia Militar do Estado do Rio de Janeiro para a renovação da frota da instituição e ampliação do patrulhamento. Os novos veículos representam um investimento de R$ 47,2 milhões do Governo do Estado na segurança pública.

A entrega dessas viaturas semiblindadas à Polícia Militar reforça a proteção aos policiais militares que se dedicam, todos os dias, à segurança da população. Tenho muito orgulho dos mais de 70 mil policiais militares, civis e penais que atuam no estado. Sabemos que ainda temos um longo caminho e iremos continuar em frente. Não iremos poupar esforços para investir, integrar, equipar e valorizar os nossos policiais. Nosso maior ativo nunca foi e não será armas, viaturas e coletes. Nosso maior ativo são os nossos agentes de segurança e vamos zelar por eles“, destaca o governador Cláudio Castro.

LVA1050 Governador cria comitê de combate aos crimes financeiros e entrega 218 viaturas semiblindadas à Polícia Militar

O acordo assinado na capital do Rio de Janeiro foi definido em reunião realizada em Brasília, em 30 de outubro, com representantes do Executivo fluminense e do Ministério da Justiça e Segurança Pública (MJSP). O Cifra será formado por membros do MJSP, Polícia Federal, Polícia Rodoviária Federal (PRF), Secretaria Nacional de Segurança Pública (Senasp) e secretarias de Estado de Polícia Civil (Sepol) e da Fazenda (Sefaz). O Ministério Público Federal (MPF), o Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro (MPRJ) e o Conselho de Controle de Atividades Financeiras (Coaf) também farão parte da força-tarefa.

“-O Rio de Janeiro é a imagem do país para o mundo e em nome dessa importância iremos atuar de forma integrada e estratégica no combate à violência no estado. O Governo Federal está investindo em tecnologia, que é decisivo hoje para que possamos atuar de forma cada vez mais efetiva, além de inteligência financeira e a cooperação das nossas forças de segurança”, acrescenta o ministro de Justiça e Segurança Pública, Flávio Dino.

Vale ressaltar que o trabalho desenvolvido pelo Laboratório de Tecnologia contra a Lavagem de Dinheiro (LAB-LD) da Polícia Civil é precursor no fomento da cultura de investigação financeira e patrimonial. Apenas nos últimos três anos, a instituição representou junto à Justiça pelo bloqueio de mais de R$ 13 bilhões em bens e valores de organizações criminosas. Já no que diz respeito ao combate à corrupção, os valores ultrapassam R$ 140 bilhões.

Novas Viaturas para a Polícia Militar

LVA0644 Governador cria comitê de combate aos crimes financeiros e entrega 218 viaturas semiblindadas à Polícia Militar

Nessa primeira remessa foram entregues 178 viaturas Renault modelo Duster, que começam a ser distribuídas entre as unidades operacionais da corporação – 82 para Região Metropolitana, 85 para o interior e 11 para unidades de policiamento especializado. Também estão incluídas nesse pacote 20 picapes Ford Ranger para o Recom (Rondas Especiais e Controle de Multidões) e 20 SW4 da marca Toyota para o CPAm (Comando de Polícia Ambiental).

Até o final deste ano, a frota da Secretaria de Estado de Polícia Militar receberá o reforço de outras 222 viaturas Duster parcialmente blindadas, complementando a aquisição de 440 novos veículos no exercício de 2023, resultado de um investimento de  R$ 96 milhões.

A aquisição das novas viaturas faz parte de um amplo programa de investimento na Polícia Militar do Rio de Janeiro. Nos últimos dois anos, já foram investidos mais de R$ 500 milhões na Corporação, em aquisições de equipamentos tecnológicos, recomposição de recursos materiais e obras de infraestrutura

Advertisement

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui