Governador diz confiar na Justiça Eleitoral e no respeito ao seu eleitorado para ser inocentado

Cláudio Castro é réu em uma ação no TRE-RJ por supostos desvios na Ceperj e na Uerj. O Relator do caso pediu a cassação e inabilidade de Castro por 8 anos

Advertisement
Receba notícias no WhatsApp
Foto: Agência Brasil

Réu em julgamento do Tribunal Regional Eleitoral do Rio de Janeiro (TRE-RJ) para apurar supostos desvios no Fundação Centro Estadual de Estatísticas, Pesquisas e Formação de Servidores Públicos do Rio de Janeiro (Ceperj) e na Universidade do Estado do Rio de Janeiro (Uerj) na eleição de 2022, o governador Cláudio Castro (PL) declarou confiança na Justiça Eleitoral e no respeito ao eleitorado fluminense que o elegeu no primeiro turno com 60% dos votos.

Em nota distribuída à imprensa, Castro afirmou: “É importante ressaltar mais uma vez que as suspeitas de irregularidades ocorreram antes do início do processo eleitoral. Assim que tomou conhecimento das denúncias, o governador ordenou a suspensão de pagamentos e contratações realizadas pelos projetos ligados à Fundação Ceperj e logo depois determinou a extinção deles. 

A defesa de Castro afirma ainda que não foram apresentados nos autos do processo elementos novos que sustentem as denúncias”.

Advertisement

O julgamento, que teve início na tarde desta sexta-feira (17), foi suspenso depois que o juiz Marcello Granado pediu vista (mais tempo para a análise). Antes o relator do caso, juiz Peterson Barroso Simão votou pela cassação do mandato e pela inelegibilidade do governador por 8 anos. Os outros 6 juízes ainda devem avaliar se as denúncias contra Cláudio Castro são procedentes.

O vice-governador Thiago Pampolha (MDB), e o presidente da Assembleia Legislativa (Alerj), o deputado Rodrigo Bacellar (PL), também estão sendo julgados. O relator pediu a cassação de Pampolha, mas não a sua inelegibilidade, uma vez que ele ingressou na chapa de Castro pouco antes da eleição de 2022. Já Rodrigo Bacellar recebeu voto pela cassação e inelegibilidade.

O julgamento será retomado na próxima quinta-feira, dia 23.

Com informações do Poder 360.

Advertisement
Receba notícias no WhatsApp
entrar grupo whatsapp Governador diz confiar na Justiça Eleitoral e no respeito ao seu eleitorado para ser inocentado
Advertisement
lapa dos mercadores 2024 Governador diz confiar na Justiça Eleitoral e no respeito ao seu eleitorado para ser inocentado
Advertisement

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui