Governo do Estado anuncia o início das obras de recuperação do sistema de bondes de Santa Teresa

O tradicional transporte vai voltar a operar com o trajeto original, incluindo os ramais Paula Mattos e Silvestre, além de contar com novos motorneiros, após 22 anos

Advertisement
Receba notícias no WhatsApp
Foto: Ernesto Carriço

O Governo do Estado, através da Secretaria de Estado de Transporte e Mobilidade Urbana (SETRAM) e da Central de Logística, deu início, neste sábado (25/11), às obras de revitalização do sistema de bondes de Santa Teresa. A conclusão dessas intervenções permitirá que o sistema volte a operar em seu trajeto original, beneficiando mais de 40 mil pessoas.

O cronograma de obras começará com a mobilização de equipamentos e mão de obra, trabalhos topográficos e aquisição de materiais, que já estão em andamento pela empresa responsável. E posteriormente, será estabelecido o canteiro de obras, dando início às remoções, demolições e escavações.

O Governador do Rio enfatizou a importância desse passo para a reintegração do percurso original do bonde de Santa Teresa, destacando não apenas seu valor para os moradores, mas também como patrimônio do Rio de Janeiro, atraindo turistas e impulsionando a economia local. “Investir nos modais é uma das prioridades do nosso governo e a população fluminense merece ter conforto e qualidade nos serviços de transporte público.” destaca Cláudio Castro.

As obras compreendem a recuperação dos ramais Paula Mattos e Silvestre, paralisados há mais de dez anos, além da reforma da oficina de manutenção dos bondes. O percurso permanente será completamente reconstruída, com substituição do pavimento, trilhos, placas e outros componentes desgastados. A rede elétrica também passará por reformas, incluindo a substituição de antigos postes de ferro por postes de concreto.

Advertisement

O custo total para a reconstrução do sistema é de R$ 69.800.000 com previsão de conclusão das obras em 360 dias. Essa iniciativa faz parte de um conjunto de medidas anunciadas pelo Governo Estadual visando modernizar a operação desse tradicional meio de transporte. Em 2023, o número de usuários transportados pelo bonde já superou 420 mil embarques até outubro.

O Secretário de Estado de Transporte e Mobilidade Urbana ressaltou o trabalho conjunto com a Rio Trilhos e a Central de Logística para o início dessa obra muito aguardada pela população de Santa Teresa e por outros moradores da cidade e turistas. “Todos ganham com a retomada do transporte.” comentou Washington Reis.

E além disso, a equipe de motorneiros será renovada, pela primeira vez em 22 anos, proporcionando um processo de renovação importante desde a fundação da empresa pública, em 2001. 16 novos motorneiros estão concluindo o treinamento, passando por etapas teóricas e práticas detalhadas para garantir a segurança e o bem-estar dos passageiros.

Com esse reforço, espera-se reduzir os intervalos e expandir os horários de funcionamento dos bondes. A tarifa é de R$ 20, com direito ao reembarque no mesmo dia. E para alguns grupos específicos, como moradores cadastrados, estudantes da Rede Pública, idosos e portadores do Vale Social, o embarque é gratuito.

Advertisement
Receba notícias no WhatsApp
entrar grupo whatsapp Governo do Estado anuncia o início das obras de recuperação do sistema de bondes de Santa Teresa
Advertisement

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui