Hospital na Tijuca firma parceria com o SUS para realização de procedimentos cardíacos gratuitos

Poucas são as unidades do Sistema Único de Saúde no RJ que prestam os serviços contratados, o que gera filas de espera para muitos procedimentos

Divulgação

O Governo do Rio de Janeiro, por meio da Secretaria de Estado de Saúde (SES-RJ), e o Hospital Filantrópico São Francisco na Providência de Deus, localizado na Tijuca, Zona Norte carioca, firmaram, nesta segunda-feira (05/06), uma parceria para a ampliação da oferta de cirurgias cardíacas em território fluminense.

Por meio do contrato, que tem validade de um ano, o Poder Executivo do RJ espera realizar mensalmente 300 cateterismos, 100 angioplastias e 30 cirurgias de revascularização. A iniciativa será financiada por meio de repasses de recursos do Sistema Único de Saúde (SUS). A execução dos procedimentos será controlada pelo Sistema Estadual de Regulação (SER).

“Reduzir as filas de cirurgias é um compromisso do Governo do Estado, e o secretário de Saúde, Dr. Luizinho, tem buscado soluções para reduzir a espera por procedimentos que vão devolver a qualidade de vida a esses pacientes. Estamos avançando na melhoria da Saúde no Estado do Rio, por meio de parcerias e investimentos diretos nos hospitais do SUS, também com apoio às prefeituras”, afirmou o governador Cláudio Castro (PL).

“Queremos que qualquer pessoa que chegue a uma emergência do Estado possa fazer cateterismo e angioplastia no mesmo dia, que não demore nem 24 horas para a realização do exame. Com este contrato, estaremos mais perto desta meta, salvando mais vidas no Estado do Rio de Janeiro. Hoje, temos cerca de 80 pessoas aguardando para revascularização, e reduzimos, diariamente, a fila para o cateterismo cardíaco. Vamos reduzir ainda mais esse tempo”, disse secretário de Estado de Saúde, Dr. Luizinho (Progressistas).

Poucas são as unidades do sistema de saúde estadual que prestam os serviços contratados, o que gera filas de espera para muitos procedimentos. Com a assinatura do contrato, o Governo do Estado pretende atender mais pacientes da Região Metropolitana, permitindo que eles fiquem mais próximos das suas residências e familiares durante a operação e a recuperação.

Segundo o frei Francisco Belotti, presidente da Associação Lar de São Francisco de Assis na Providência de Deus e gestor do Hospital São Francisco na Providência de Deus, a escolha da unidade reflete a qualidade dos serviços prestados pela instituição à população nos seus mais 400 anos de existência.

Tenho certeza absoluta de que este hospital, desde a sua fundação, já viveu momentos importantes e fundamentais na vida das pessoas, e hoje, repetindo a história deste hospital que ultrapassa 400 anos, ganhamos mais importância na vida das pessoas. Hoje estamos ampliando os atendimentos na parte que nos evidencia tanto, que é o coração. Para nós é um dia de Ação de Graças, um dia muito especial”, declarou o religioso.

Advertisement

Comente

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui